FAMÍLIA DOS QUE CREEM

FAMÍLIA DOS QUE CREEM

Uma família para o Pai Uma esposa para o Filho Uma morada para o Espírito

All Episodes

Quando olhamos para o passado, para a vida sem mácula de Jesus, percebemos que esse passado estabelece fundamentos absolutos pelos quais podemos desenvolver nossa vida cristã hoje. O mistério da encarnação de Jesus tem o poder de afetar a nossa vida por inteiro. Ele foi totalmente Deus e totalmente homem, por mais que isso possa parecer incompreensível à nossa racionalidade. Todavia, Cristo tinha de se tornar totalmente homem pois seria necessário que morresse. E totalmente Deus pois precisaria vencer a morte. Embora isso seja paradoxal, jamais seria incoerente. Essa realidade fez com que Jesus cumprisse completamente seu chamamento. Ele foi pleno em sua vocação quando encarnou. E nós, como cristãos, nos tornamos plenos em nossa vocação à medida que crescemos no conhecimento e semelhança de Cristo. Fomos vocacionados a nos parecermos com o nosso Salvador. Ele é o nosso parâmetro e nossa régua de medir. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: https://www.familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdi... Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Dec 1

36 min 57 sec

Nos encontramos como povo de Deus no Evangelho e na história da nossa redenção coletiva. Sob uma perspectiva protestante, de forma humilde e consciente de que pertencemos a uma história maior do que a nossa, somos introduzidos ao “Calendário Cristão”. Considerando datas como pedagógicas, e não santas, valorizando a tradição do passado, enquanto almejamos a construção da igreja do futuro, centralizamos Cristo em tudo — inclusive em nosso calendário. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Nov 25

49 min 53 sec

Foi pela graça que recebemos a salvação, mediante Jesus, Aquele que nos purifica de todo pecado. Por isso, damos graças ao Cristo que é o motivo do nosso louvor. Ele é a primazia e Seu nome está acima de todo nome. Embora seja de extrema importância compreendermos a essência da Graça de Deus, essa questão não pode ser tratada de forma simplista. Por este motivo, nos voltamos às Escrituras para nos aprofundarmos no tema, a fim de compreendermos a verdade do Evangelho. Precisamos intencionalmente estar sujeitos ao estudo das Escrituras e sujeitos ao Espírito de Deus. Se assim o fizermos, ainda que heresias e ensinos falsos estejam alcançando o coração de muitos, como Igreja de Cristo, estaremos submissos à Palavra que nos corrige e nos direciona para que possamos prosseguir em santidade. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/cont... Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdi... Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Nov 18

50 min 14 sec

Os meios de graça não são meios pelos quais o Homem recebe para poder obter a sua salvação. Pelo contrário, são os meios pelos quais os salvos desenvolvem e amadurecem essa salvação por meio dos sacramentos, liturgia, vida comum e muitos outros. Com o intuito de aperfeiçoar os santos, os meios de graça nos conduzem a uma vida reta e justa, conforme Cristo ordena ao Seu povo, nos levando a andar sobre as boas obras que evidenciam tão grande salvação que nos foi dada por Ele. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Nov 10

55 min 37 sec

Você já se sentiu sem força e sem esperança? Como se olhasse para frente e não enxergasse o Norte com clareza? Sem uma previsão de melhora? Talvez, em alguma escala, já tenhamos vivido esse período. Aquele momento de desilusão a respeito de alguma situação ou a falta de perspectiva sobre algo importante. É como se estivéssemos vivendo em trevas, sem resquícios de uma luz no fim do túnel. Foi sob esse denso e tenebroso clima que a Igreja cristã se encontrava na transição da Idade Média. Não é à toa que esta, foi denominada pelos humanistas do século XVII, como a grande "Idade das Trevas". Sendo justa ou não, e ainda que suas motivações para tal nomeação seja destituir o absoluto de nossas crenças, de fato, é uma mancha (e bem escura) na história da instituição eclesiástica. A opressão e o autoritarismo imperial romano tiravam do povo comum o senso de afeição por aquilo que deveria ser a maior motivação de apego ao nosso Senhor - Sua Palavra. Não que fosse desestimulada a leitura bíblica, mas essa prática pertencia apenas ao clero. Ou seja, atrocidades e abusos se faziam em nome daquilo que restava ao povo apenas acreditar e se submeter. Era o falso evangelho, o moralismo e a decadência do poder papal que não refletia a verdade cristã para o bem estar da família de Deus. E é nesse contexto de intensas trevas e rebelião, que irmãos, ainda que com seus diversos erros e pecados, surgiram a fim de trazer o retorno radical e absoluto da Igreja para a veracidade bíblica.

Nov 4

1 hr 5 min

Não há nada de mérito em nossa salvação, e isso é de fato escandaloso! Como pode Deus, sendo Santo e Poderoso, salvar pessoas tão pecadoras, rebeldes e cegas em seus próprios caminhos? Somente pela Graça d'Ele. Essa graça nos salva de nós mesmos, nos salva da inimizade com o Pai e nos ajusta à imagem do Filho, Jesus Cristo. Para que vivamos um novo nascimento, que a vontade humana não pode gerar, que qualquer esforço, ainda que intenso, não pode alcançar, mas pelo Espírito, somos feitos filhos, não mais escravos do pecado. A misericórdia e a bondade de Deus se manifestam também através da sua graça, e como resposta a isso é que vivemos para a Glória Dele, não para obtermos salvação, mas porque Ele nos salvou por completo. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Oct 27

54 min 9 sec

Quando mencionamos sobre a graça, precisamos ter em mente a graça comum de Deus e a graça especial. A comum, Ele concede a todas as suas criaturas; a especial, apenas a seu povo redimido. Ambas são imerecidas, ou seja, não compete a nós mérito algum em recebê-las. Já que, a graça é sempre uma atitude de Deus para conosco, nunca o contrário. Não merecemos salvação, fruto da graça especial de Deus, mas também não merecemos todas as coisas boas que podemos desfrutar no mundo, fruto da graça comum de Deus. Tudo que temos hoje, tanto ímpios quanto redimidos, é resultado da graça de Deus que demonstra Sua infinita bondade e misericórdia. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Oct 20

1 hr 3 min

Nesta série de sermões intitulada “A Fábrica de Ídolos”, baseada na célebre frase de João Calvino, que identifica o coração humano como o principal centro produtor de ídolos, chegamos ao momento de refletir sobre os ídolos culturais, assimilados, muitas vezes de forma imperceptível, por nossos corações, ainda não completamente livres dos efeitos da Queda. O patriotismo e a religiosidade cristã, por exemplo, são valores culturais que podem se tornar alvos de nossa idolatria. No âmbito da religião, precisamos sondar nosso coração, de forma a não permitir que o exercício de dons espirituais, sucesso ministerial, ou mesmo um viver moral irrepreensível se tornem ídolos. Vemos no profeta Jonas o exemplo de um homem patriota e de conduta moral irrepreensível, que todavia, possuía ídolos em seu coração, desvelados à medida em que a narrativa bíblica descortina os motivos pelos quais ele desobedeceu a ordem divina, que era chamar os cidadãos de Nínive ao arrependimento. O nacionalismo e o patriotismo de Jonas tomaram um lugar indevido em seu coração. Ele colocou os interesses nacionais de Israel acima da obediência a Deus. Jonas só enxergava Nínive como a capital de uma nação poderosa que poderia ameaçar Israel, ele não via que existiam pessoas na cidade, a quem Deus queria salvar. Seu amor intenso por seu país se tornou uma mistura idólatra fatal que o cegou espiritualmente para a graça de Deus. Como cidadãos, podemos ter nossas convicções políticas, mas devemos lembrar que, ser um cidadão brasileiro não pode ser maior do que ser um cidadão celestial, afinal, nascemos de novo, e nossa pátria está nos céus. A religiosidade de Jonas também tomou um lugar indevido em seu coração. Ele se considerava superior aos ninivitas, pois ele pertencia ao povo escolhido por Deus, ao passo que os ninivitas, em sua visão, não eram merecedores de misericórdia. Atentos aos exemplos registrados nas Escrituras, sejamos sóbrios e vigilantes para não sermos guiados por quaisquer ídolos culturais. Lembremos que o que deve pautar as nossas ações é a verdade do evangelho. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Oct 13

37 min 41 sec

Quando colocamos a nossa confiança em qualquer coisa criada, em detrimento do Criador, para nossa esperança e segurança, cometemos o pecado de idolatria. A cultura na qual estamos inseridos apresenta muitas coisas como fonte de esperança, segurança, e até mesmo de redenção – como o sucesso e o dinheiro, e o faz de forma sutil, de sorte que muitos de nós sequer percebem que estão diante de um ídolo em potencial. Todavia, como cristãos, cônscios do fato de que os efeitos da Queda não serão eliminados por completo até o Dia de Cristo, e que, portanto, podemos ser seduzidos pelos ídolos produzidos pela cultura, devemos ser sóbrios, atentos e vigilantes para não sucumbirmos a eles. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Oct 6

1 hr 2 min

Há uma segurança que nos aproxima daquele que é Soberano - o nosso Deus, Santo, Poderoso, Justo e Compassivo. Ao nos reunirmos em torno dele e por Ele, nos desfazemos de toda nossa pseudo glória, nos esvaziamos dos limitados e ilusórios poderes que julgamos termos conquistado. Com o coração corrompido pela Queda, nós somos tentados a construir ídolos que alimentam nossas debilidades, nos controlando através do medo e da insegurança. Porém, para aqueles que receberam um novo coração dado pelo Espírito, totalmente dependente e contrito, há absoluta verdade de que não há outro Deus e que Ele não muda conforme nossa vontade ou desejo. Ele se mantém no mais alto lugar, nos transformando em sua imagem e semelhança. Quando caminhamos na santificação (obra do Espírito Santo), deixamos de viver em nossa rebeldia, orgulho e adentramos em uma nova vida, onde contemplamos Aquele que não é criado a partir da obstinação humana, mas que é o Único e Eterno Deus. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Sep 29

53 min 49 sec

O padrão bíblico de sucesso nos é apresentado na Cruz. Cristo obedeceu ao Pai em tudo aquilo que lhe foi requerido, oferecendo-se como sacrifício pelos pecados de muitos. Na cruz, Cristo cumpriu sua missão. Alcançou seu sucesso e nos deixou um padrão a ser seguido. Os discípulos de Cristo são aqueles que responderam ao convite de seguir seu exemplo, carregando sua própria cruz, negando seus próprios interesses, sua própria definição de sucesso, para viver como Cristo viveu. O discípulo de Cristo não encontra seu sucesso nas riquezas, nos bens materiais, em status social ou cargos, antes, sua alegria está no Senhor e seu sucesso é viver para a glória e louvor de seu Nome. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Sep 23

46 min 32 sec

Ao estudarmos sobre a " fábrica de ídolos do nosso coração'', nos deparamos com os mais diferentes tipos de idolatria que a nossa mente cauterizada, muitas vezes, é incapaz de perceber. Ídolos são formados quando os atributos divinos manifestos na criação são considerados de maneira isolada, sendo utilizados para preencher os anseios e o vazio eterno do homem caído. A ganância é um desses ídolos que pode se manifestar de maneira muito sutil, tornando-se talvez difícil identificá-la, a não ser à luz do Espírito Santo. O amor ao dinheiro traz impactos destrutivos em nossas vidas e sociedade, portanto, temos sido confrontados e corrigidos pelo Evangelho que reordena tudo e ressignifica nossa compreensão sobre o tema. Em Cristo, temos tudo o que precisamos. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Sep 15

49 min 45 sec

Nós fomos criados para adorar a Deus e caminhar, dia após dia, em semelhança a Ele. Todavia, se não estamos adorando ao Senhor, esse lugar é facilmente ocupado por outras coisas. Tudo aquilo que somos é resultado do que estamos adorando. Somos moldados por aquilo que ocupa nosso coração, mente e afeições. Se fizermos uma profunda análise dentro de nós mesmos, perceberemos que muitas coisas têm se tornado deuses falsos que ocupam o lugar que apenas o Senhor deveria ter. Por isso, sondar o nosso coração com humildade é uma prática que precisamos adquirir durante toda a nossa vida, pois tudo aquilo que somos e estamos nos tornando é reflexo daquilo que amamos. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Sep 8

50 min 45 sec

Ao final do primeiro capítulo da carta aos efésios, nos deparamos com uma oração do apóstolo Paulo pelos santos pertencentes à igreja daquela cidade. Nessa oração, ele intercede para que o Espírito Santo ilumine os olhos do entendimento dos seus leitores. Segundo as próprias palavras do apóstolo, esse pedido tinha um objetivo: a compreensão da esperança de sua vocação, assim como das riquezas da glória da herança daqueles que estão unidos a Cristo. É possível viver na igreja e ser secular. Esse é um perigo constante e que requer nossa atenção e zelo para que não caiamos nessa armadilha. Diferente do que podemos encontrar no vocabulário comum no meio cristão, o perigo do secularismo se encontra em colocarmos a nossa esperança em qualquer objeto que não seja Cristo e sua obra. Por esse motivo, Paulo intercedeu para que os irmãos da igreja de Éfeso tivessem seus olhos do entendimento iluminados para então entenderem que sua esperança deveria repousar naquilo que é digno de confiança: a vocação recebida através de Cristo. Em Cristo que nosso coração pode e deve descansar, no chamado à reconciliação com Deus que encontramos esperança, é através do entendimento de quem nos tornamos à medida que estamos unidos a Cristo que o Espírito nos encoraja quando nos deparamos com os dias mais difíceis. A esperança é o resultado do chamado que recebemos de Deus. Somos chamados para pertencermos a Cristo, desfrutarmos de comunhão com Ele, sermos santos como Ele é. Essa comunhão resulta em paz. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Sep 2

1 hr 29 min

Assim como em uma relação familiar, existe a forma correta da disciplina no ambiente eclesiástico. Neste domingo, aprendemos de forma bíblica, o procedimento em que Paulo ensina a respeito dessa questão tão delicada. Tendo em vista o cuidado e o zelo pelo Corpo de Cristo, a disciplina existe a fim de resgatar e conciliar o pecador novamente com Igreja em amor e justiça, quando este se submete e se arrepende de seus pecados. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Aug 25

1 hr 25 min

Somos convocados a adorarmos o nosso Deus, que nos tirou da escuridão na qual nos encontrávamos, para vivermos na luz da Sua presença. Ao olharmos para o lado em uma reunião e vermos um outro filho de Deus, resgatado como nós, tributamos honra e louvor não a nós, mas ao Pai que tudo fez, e que tem reunido muitos outros filhos, antes perdidos. Quando temos a revelação (dada pelo Espírito) em nossos corações de quem Ele é, adoramos com nossas vidas em todo momento, adoramos com canções, adoramos com o que temos e principalmente adoramos por quem Ele é. Por Cristo Jesus somos aceitos na presença do Pai Nosso, que nos traz a identidade de filhos inseridos numa realidade diferente, em uma Família Eterna: a Família de Deus. Se fora da verdade, que é Cristo, vivemos na vergonha de nossos pecados, em Cristo, justificados e em processo de santificação, glorificamos o nome daquele que é e sempre será o Rei. Vivificados pelo Espírito, enviados ao mundo, somos coletivamente o "Evangelho Visível" para os perdidos; brilhamos a Luz de Cristo para os que estão cegos em seu entendimento e apontamos para o Noivo que voltará. É necessário que no lugar de comunhão haja clareza de que temos aliança com Cristo e sua Igreja. Não somos mais solitários, mas participantes da mesa. Cristo foi quem conquistou este lugar para nós através do "trigo moído" e da "uva esmagada", sua morte e ressurreição, para nos dar o fruto da vide e o pão da presença. A Ele, o Leão da Tribo de Judá, damos a Glória, fixando nossos olhos somente Nele, nossa esperança. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Aug 18

1 hr 18 min

A Igreja é a coluna e baluarte da verdade (1Tm 3.15), a manifestação da multiforme sabedoria divina (Ef 3.10) e a nova sociedade de Deus (Ef 2.19-23). Jesus Cristo não fundou um movimento político, uma escola ou uma religião. Ele fundou a Igreja. Todos os que creem no nome de Cristo estão unidos a Ele. Todo que está unido a Cristo está unido ao seu corpo, a Igreja. O mesmo Cristo que fundou a Igreja é hoje o seu Senhor. Como membros do seu Corpo, somos equipados pela graça segundo a medida do dom de Cristo. Isso significa que ser membro da Igreja significa não mais ocupar um papel de espectador, mas de co-participante na sua edificação. Somos capacitados por Cristo, cada um de acordo com a graça recebida, a vivermos em comunidade de maneira a formar uma nova ordem social. É através da vida da Igreja que o Evangelho pregado de maneira audível se torna visível. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Aug 11

1 hr

Em sua primeira carta a Timóteo, o apóstolo Paulo afirma que a igreja é a coluna e o fundamento da verdade, ou seja, ela é a manifestação visível do Evangelho. Isso significa que uma igreja que não vive de maneira bíblica, obscurece toda a verdade contida no Evangelho. A igreja é a encarnação da Mensagem, dessa maneira, sua principal missão é refletir o caráter de Deus e tornar-se uma família para o Pai. É muito mais importante nos tornarmos essa família do que realizarmos muitas obras. Aquilo que somos e estamos nos tornando precisa ser reflexo daquilo que nós cremos. O modo como vivemos como igreja, de forma comunitária, precisa revelar quem Cristo é e levantar louvores ao Seu Nome. Tornar o Evangelho visível, através da nossa prática cristã, é nossa missão como igreja do Deus vivo. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Aug 4

1 hr 9 min

O apóstolo Paulo não esconde, no primeiro capítulo de sua carta aos Efésios, a alegria que sentia pela resposta que estes haviam dado ao Evangelho de Jesus e pela maneira digna que vinham se portando em sua vida cotidiana. Pelas palavras de Paulo podemos ver que a maneira pela qual os efésios estavam reagindo às boas-novas era motivo de glória não a eles, mas a Deus, pois era por meio Dele que esta mudança era possível. Entre os motivos de gratidão de Paulo, se destacam a fé e o amor manifestado pelos crentes de Éfeso. Sua fé não era em outro objeto senão o próprio Senhor Jesus, como o responsável pela sua redenção e reconciliação com Deus, assim como aquele que estava os capacitando a manifestar o amor entre os santos. A fé em Cristo Jesus leva inevitavelmente ao amor. A reconciliação operada por Jesus abrange a dimensão vertical – nosso relacionamento com Deus – tanto quanto a dimensão horizontal – nosso relacionamento com nossos semelhantes. Por estarmos em paz com Deus, podemos desfrutar de paz em nossas relações. O amor não é algo exclusivo aos cristãos, mas se manifesta a todos os homens mediante a graça comum. Entretanto, aqueles que desfrutam do amor de Deus através de Jesus devem ser guiados pelo amor. Amar ao nosso próximo passa a ser não mais uma opção, mas um dever. Se o alvo principal de nosso amor é Deus, quanto mais nos aproximamos Dele, mais elevado nosso amor se torna. Por mais satisfeito que o apóstolo Paulo estivesse, ele não apenas rende graças a Deus, mas também ora pelos efésios, para que estes permaneçam e progridam no caminho correto. Paulo agradece a Deus pela postura que eles tinham até o momento, mas os estimula a progredir e não se satisfazer em seu estado atual. Na medida que estimula os efésios, Paulo também nos estimula. Não devemos nos dar por satisfeitos e acomodados com as bênçãos espirituais já recebidas, devemos sempre almejar por algo mais elevado, progredindo em nosso relacionamento com Deus. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Jul 28

1 hr 8 min

Se por um lado, temos na carta de Efésios Paulo tratando do Propósito Eterno de forma não muito familiar ao ambiente onde o ensino estava crescendo e se multiplicando, por outro, temos direções muito práticas à disposição para todo aquele que tem Jesus como seu mestre e Senhor. Pela ação do Espírito Santo temos uma vida espiritualmente transformada, não mais de inimigos de Deus, por conta do pecado, mas de filhos; e temos paz com Deus. Uma família composta de filhos que são dirigidos pelo Espírito não é alienada ao cotidiano da vida, aliás, a alienação não provém de uma vida com Deus. Em toda nossa vida, Cristo é glorificado, não por nosso mérito ou por vivências de cunho sobrenatural apenas, mas também em nossa naturalidade, em sermos novas criaturas, manifestando a paz e a graça como filhos, maridos, pais, irmãos, profissionais, ou seja, em tudo e em todos. A espiritualidade medida em Efésios, de maneira alguma traz uma inacessibilidade, mas uma vulnerabilidade à ação do Espírito para que integralmente vivamos e andemos de acordo com a obra Dele. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Jul 21

1 hr 20 min

Em Efésios 5, do versículo 21 ao 33, vemos a instrução do amor conjugal que reflete o amor divino. Esses versículos algumas vezes já foram usados para justificar atitudes machistas, onde o homem oprimia sua esposa, mas essa atitude é completamente oposta ao que o texto está dizendo. Todos os versículos estão conectados ao princípio de submissão mútua. A instrução é para que a mulher se sujeite ao marido, e o esposo ame a esposa como Cristo amou a igreja. A sujeição é um aspecto do amor, e o amor um aspecto da sujeição, portanto, o homem também se sujeita à sua esposa, a amando sacrificialmente para que ela possa ser plenamente quem é. O amor que deve haver no casamento é intencional, onde um vive para o outro; onde um é o suporte para que o outro seja plenamente quem é em Cristo, e desenvolva suas potencialidades. Assim, cada um se perde para o outro se encontrar, em uma unidade profunda e indissolúvel, glorifica a Cristo através da imagem de Deus que o casamento, pelo poder do Espírito, manifesta ao mundo. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Jul 14

1 hr 4 min

Quando entendemos a nossa nova natureza em Deus, a nossa única resposta é manifestá-la através do nosso comportamento. Éramos trevas, agora somos luz. Portanto, aquilo que fazemos é apenas resultado daquilo que somos. Se recebemos luz, nos tornamos luminosos e, como cristãos, estando em conformidade com a nossa nova natureza, nosso papel é sempre praticar o bem e dar bom testemunho. Uma vez que, já não somos os mesmos, graças a Jesus Cristo, nossa maneira de andar não pode ser a mesma dos incrédulos. Pelo contrário, o modo com que andamos ilumina as práticas pecaminosas daqueles que não conhecem a Cristo. É a nova natureza que dá fruto ao novo comportamento. Manifestamos aquilo que somos. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Jul 7

1 hr 14 min

Somos justificados por Cristo, estamos sendo santificados em Cristo e um dia seremos glorificados com Cristo. A justificação não é o fim da vida cristã, mas seu início, e a santificação é a sua evidência. O contraste entre a vida cristã e a não cristã não é apenas sugerido, mas ordenado. Ao mesmo tempo que somos chamados santos, somos orientados a buscarmos a santidade. Somos chamados a viver de maneira digna do chamado que recebemos, não mais nos vestindo do velho homem, mas da nova natureza que recebemos em Cristo. A santidade não é um conceito, mas um comportamento. Comportamento este resultante de um relacionamento pessoal com Deus. Através de seu Espírito Santo, Deus nos dá um novo coração, não mais endurecido; abre nossos olhos para sua verdade; ilumina nosso entendimento; reorienta nossos desejos e nos conduz a uma vida santa. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Jun 30

1 hr 6 min

Sob a luz do Eterno propósito de Deus, o plano foi estabelecido na Cruz, por Jesus, e continua se desenvolvendo através do Espírito Santo, por meio da Igreja. Plano esse, que resgata para Deus um novo tipo de Homem, semelhante a Cristo, para que seus filhos possam caminhar seguindo e cumprindo a santa vocação que lhes foi proposta, sendo edificados e potencializados com os dons que o Espírito concede à Igreja. É Cristo o cabeça, e nós, o corpo, daquele que nos chama para uma novidade de vida em repleta comunhão, redenção, humildade e gratidão. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Jun 23

52 min 25 sec

A celebração dos redimidos acontece pois o próprio Deus nos convida à adoração. Nós, uma vez alcançados pela Graça e a Paz de Deus, somos vocacionados a manifestá-las ao mundo. A Graça é recebida e dada diretamente por Deus, nos revelando que não temos méritos. A Paz nos leva a refletir que, quando em pecado, estávamos distantes de Deus e éramos inimigos dEle, recebemos o perdão, por meio de Cristo, para termos paz com o Pai, conosco e com os outros. Na carta de Paulo aos Efésios, fica evidente o propósito de Deus em formar uma família, com aqueles que vivem na aliança de comunhão e unidade. E como foi dito no tempo de ensino: A Unidade deve ser guardada e não promovida. Vivemos assim, de forma digna da nossa vocação, não manifestando mais nossas vontades, ainda que lícitas, mas buscamos andar em Unidade, nos sujeitamos à Deus e suportando uns aos outros no mesmo Espírito, em amor. Somos conduzidos neste propósito, em união, evidenciar a vida em Família, que formará uma Nova Sociedade, redimida e plena, dentro do Eterno Propósito de Deus.

Jun 17

50 min 5 sec

No versículo 11 do capítulo 2 da carta aos Efésios, o apóstolo Paulo inicia o texto com a palavra “portanto”. Isso nos leva a refletir nas palavras que foram ditas nos dez versículos anteriores, a respeito do plano eterno de redenção, com ênfase, agora, na reconciliação. A cronologia bíblica nos mostra que fomos criados sem pecado e, por causa do pecado, o nosso destino é a morte espiritual. Três aspectos indicam a necessidade da reconciliação com Deus. Fomos abençoados antes da fundação do mundo e posicionados num lugar sem pecado, mas em Adão pecamos e na Queda a nossa conciliação foi removida. A partir da Queda, nos tornamos inimigos de Deus, mas na obra na cruz voltamos a ter paz com Deus. Entender que a morte de Cristo é também a nossa morte, faz com que a dívida do pecado não pese mais sobre nós. Vivendo esta verdade, contendas, confusões e desordem não devem fazer parte da rotina de alguém que professa ter nascido de novo. Por vezes nos vemos envolvidos em ações preconceituosas, mas a mensagem do evangelho não tem essa característica. A mensagem de Cristo na cruz derruba todos os muros existentes entre nossas relações. Deus, em Cristo, não apenas nos deu a paz, Ele é a paz. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Jun 9

1 hr 10 min

Originalmente fomos criados sendo um com Deus, mas o pecado gerou inimizade e consequente separação entre a humanidade e o Criador. O capítulo 2 da carta aos Efésios menciona o termo "Reconciliação", que representa o restabelecimento de uma relação que se perdeu. Mediante a cruz, Cristo pagou toda dívida de nossas ofensas e pecados e nós, que fomos eleitos desde a fundação do mundo, nos tornamos reconciliados com o Pai. Além de nos reconciliar com Ele, reconciliou-nos também uns com os outros. Sendo Igreja podemos então, unidos, partilhar de um ambiente de paz para vida em comunidade e família. A partir desta verdade, nos alegra a possibilidade de levar o Evangelho também ao nosso próximo, que muitas vezes é um familiar, amigo ou mesmo um vizinho. Mesmo nestes dias em que não podemos nos reunir presencialmente, vamos desfrutar deste privilégio da reconciliação e nos aproximar? Vamos abrir nossos lares e nossas vidas (ainda que virtualmente) para compartilhar e celebrar o Cordeiro. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Jun 2

55 min 43 sec

O tema central de Efésios 2:1-10 é a redenção do homem. Enquanto o capítulo 1 foca no propósito eterno, o capítulo 2 evidencia o plano eterno de redenção. O plano de redenção consiste em Deus tratar o problema da Queda do homem a fim de viabilizar o cumprimento do Seu eterno propósito - ter um povo, para o louvor da Sua glória, para que Seu Filho Jesus Cristo seja glorificado neles.Paulo expõe aos seus ouvintes a amplitude da obra redentora de Deus em direção ao Seu povo, que os libertou do curso deste mundo, do deus deste século e da inclinação da carne.Ele também apresenta a motivação para a redenção, a qual não é oriunda de uma necessidade ou fator externo, antes, é motivada pela própria natureza e caráter de Deus.Ele nos redimiu porque é misericordioso, amoroso, bondoso e gracioso.Por fim, Paulo faz uma relação entre a graça salvífica e as boas obras, na qual a graça opera como o agente que viabiliza a salvação, e as boas obras testemunham da salvação.De sorte que as boas obras praticadas pelos que creem são evidências daquilo que Deus fez por eles - os redimiu por Sua maravilhosa Graça. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

May 26

47 min 49 sec

Precisamos crescer no conhecimento de quem Deus é e do chamado que Ele nos fez. Ele nos chamou a sermos participantes de Sua natureza, e a nos satisfazermos nEle. Em Cristo recebemos tudo de Deus! Tudo em relação à vida eterna, mas precisamos crescer na compreensão e experimentação de toda a plenitude que temos nEle. Foi pedindo isso que Paulo orou para os cristãos de Éfeso em sua carta no capítulo 1:15-23, e esse deve ser nosso anseio, nos deleitar no pleno conhecimento de Deus que nos foi dado em Cristo enquanto cumprimos nossa suprema vocação sendo a plenitude dEle na terra. O poder da ressurreição já opera nos que creem. Se cremos, é nossa responsabilidade manifestá-lo, restaurando a terra assim como fomos restaurados, cobrindo-a do conhecimento da glória de Deus. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

May 19

1 hr 16 min

A vida cristã é marcada pela satisfação e pela gratidão. O cristão verdadeiro entende que Deus já o abençoou com todas as bençãos de que ele necessita, que são bençãos espirituais. A última das bençãos elencada no primeiro capítulo da epístola aos efésios é o Espírito Santo, que é apresentado como o selo, a promessa e o penhor. A figura do selo tem o sentido de aliança e traduz a ideia de um noivado. A igreja está prometida em casamento ao Noivo, que é Cristo. Ele ascendeu aos céus, mas enviou o Espírito, deixando uma marca em Seu povo, a qual evidencia que este povo pertence exclusivamente a Ele. O Espírito Santo é o Espírito da promessa, pois Deus realmente prometeu enviar Seu Espírito. Essa promessa apontava para uma obra de transformação interior, que capacitaria os escolhidos a obedecerem aos mandamentos de Deus. O Espírito é também o penhor. É como a primeira parcela de um pagamento. Uma antecipação e garantia daquilo que será derramado plenamente no futuro. Estamos sendo transformados de glória em glória pelo Espírito até o dia em que essa obra será completada. A principal evidência de alguém cheio do Espírito Santo é o amor, ou ainda, o amor abnegado para com o próximo. Esse é o sinal de quem está se tornando semelhante a Jesus. É o Espírito Santo que nos auxilia, dando-nos equilíbrio em relação à tensão gerada pelo desejo de viver plenamente a realidade da era vindoura, apesar de estarmos inseridos na realidade da era presente, que é má. O Espírito também intercede por nós, e o faz de acordo com a vontade de Deus. E é Ele quem nos faz compreender as coisas que nos foram gratuitamente dadas pelo Pai. E tudo isso é feito para o louvor da glória de Deus! Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

May 12

56 min 42 sec

Efésios 1: 3-14 é considerada uma das porções mais condensadas do Novo Testamento, pois ela trata de assuntos extremamente profundos e essenciais para a compreensão da natureza, vida e vocação da Igreja. Essa parte das Escrituras trata especificamente daquilo que os estudiosos costumam chamar de "as bençãos espirituais de Efésios 1", as quais são: eleição, predestinação, adoção, redenção, revelação e selo do Espírito Santo. É interessante que Paulo constrói seu ensino sobre essas bençãos espirituais baseado em 3 pressupostos: 1. Deus faz todas as coisas segundo Sua vontade (Ef 1:11). Ou seja, Deus é sobreano em Vontade, de sorte que seu plano não é acidental e não há nenhuma força externa ao seu Ser que o impulsione a fazer algo que não esteja de acordo com Seu supremo propósito. 2. Cristo é a jurisdição onde O Pai abençoa (Ef 1:3). Tudo o que Deus pretende realizar por nós, Ele o faz em Cristo. De modo que, toda benção do Pai é dada enquanto estamos no Filho. Perceba que em toda a exposição de Ef 1: 3-14 não há sequer uma menção da ação do homem. Existe apenas a ação da Trindade em direção ao homem e o cosmos. Portanto, embora o homem seja afetado pelo propósito de Deus, este está longe de ser o protagonista. Embora Efésios fale sobre a forma como o homem é eleito, redimido, adotado e transformado, não há espaço para antropocentrismo nessa exposição. Fato que nos leva à terceira linha usada por Paulo em Efésios 1. 3. Quanto ao homem, seu propósito é objetivo e claro: viver para louvor da glória de Deus (Ef 1:12). Não há nada que o homem possa fazer para promover a ação de Deus. Tudo o que ele pode fazer é responder à ação de Deus, assumindo uma vida que glorifique, exalte, enalteça, engrandeça, comunique e testemunhe Aquele que é soberano em Vontade, infinito em misericórdia e perfeito em sabedoria. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: http://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy?si=obceSQOqQkCj1j_c_cw71w Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

May 8

1 hr 2 min

Efésios 1: 3-14 é considerada uma das porções mais condensadas do Novo Testamento, pois ela trata de assuntos extremamente profundos e essenciais para a compreensão da natureza, vida e vocação da Igreja. Essa parte das Escrituras trata especificamente daquilo que os estudiosos costumam chamar de "as bençãos espirituais de Efésios 1", as quais são: eleição, predestinação, adoção, redenção, revelação e selo do Espírito Santo. É interessante que Paulo constrói seu ensino sobre essas bençãos espirituais baseado em 3 pressupostos: 1. Deus faz todas as coisas segundo Sua vontade (Ef 1:11). Ou seja, Deus é sobreano em Vontade, de sorte que seu plano não é acidental e não há nenhuma força externa ao seu Ser que o impulsione a fazer algo que não esteja de acordo com Seu supremo propósito. 2. Cristo é a jurisdição onde O Pai abençoa (Ef 1:3). Tudo o que Deus pretende realizar por nós, Ele o faz em Cristo. De modo que, toda benção do Pai é dada enquanto estamos no Filho. Perceba que em toda a exposição de Ef 1: 3-14 não há sequer uma menção da ação do homem. Existe apenas a ação da Trindade em direção ao homem e o cosmos. Portanto, embora o homem seja afetado pelo propósito de Deus, este está longe de ser o protagonista. Embora Efésios fale sobre a forma como o homem é eleito, redimido, adotado e transformado, não há espaço para antropocentrismo nessa exposição. Fato que nos leva à terceira linha usada por Paulo em Efésios 1. 3. Quanto ao homem, seu propósito é objetivo e claro: viver para louvor da glória de Deus (Ef 1:12). Não há nada que o homem possa fazer para promover a ação de Deus. Tudo o que ele pode fazer é responder à ação de Deus, assumindo uma vida que glorifique, exalte, enalteça, engrandeça, comunique e testemunhe Aquele que é soberano em Vontade, infinito em misericórdia e perfeito em sabedoria. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/contribuir Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: http://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy?si=obceSQOqQkCj1j_c_cw71w Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Apr 28

1 hr

“A epístola aos efésios é uma síntese maravilhosamente concisa, mas abrangente, das boas novas e suas implicações. Ela conta como Jesus Cristo derramou seu sangue em uma morte sacrificial pelo pecado, foi ressuscitado da morte pelo poder de Deus e exaltado, acima de tudo que competia com ele, ao lugar supremo, tanto no universo como na igreja. E mais do que isso, nós, que estamos “em Cristo’, unidos a ele pela fé, compartilhamos esses grandes eventos”. Stott, John Como desfrutar de tais realidades? Pela fé, naturalmente, contudo, também por desenvolver nossa espiritualidade, firmando as raízes de nosso homem interior “em Cristo”, pelos meios comuns de graça: oração, Palavra, prática da justiça e do amor, comunhão e etc. As disciplinas espirituais não mudam a Deus, no entanto, elas apenas posicionam o nosso coração no lugar onde podemos acessar “todas as bençãos espirituais” disponíveis em Cristo.” O capítulo 1 da carta é estruturado em doxologia e intercessão. O aspecto doutrinário, está nas entrelinhas dos louvores e da oração! Neste último encontro, destacamos a importância de compreendermos alguns termos que aparecem logo nos dois primeiros versículos da epístola: “santos” e a expressão, “graça e paz”; Paulo ao chamar os crentes de Éfeso de “santos”, não está dirigindo-se a uma elite espiritual, antes, está afirmando a natureza de todos os crentes, todos aqueles que foram redimidos pelo sangue do Cristo. No Antigo Testamento, o Tabernáculo, o Povo, e os Sacerdotes eram santos, isso por terem sido “consagrados para o serviço de Deus”. Portanto, a palavra santo aqui tem simultaneamente os sentidos de privilégio e de responsabilidade. O privilégio é que os santos são eleitos por Deus e não estão mais debaixo da ira divina e, a responsabilidade, é que devemos ser instrumentos que representam Deus para mundo, a final, este era o objetivo das coisas e pessoas consagradas no AT. Prosseguindo, a saudação paulina revela tanto a obra de Deus quanto o resultado da mesma (vide vrs 2): Graça, indica a natureza da ação salvífica de Deus, e Paz, aponta para o fruto de tal ação. Temos paz para com Deus e uns para com os outros. Assim, este é o legado dos crentes, viverem em paz e com paz, abençoarem o mundo! No próximo encontro, faremos a exposição dos versículos 3 à 14. Acompanhe-nos pelas principais plataformas digitais. Visite nosso site: https://familiadosquecreem.com​.br​Contribua financeiramente: https://www.familiadosquecreem.com.br...​Ouça nossas palavras: https://www.familiadosquecreem.com.br...​Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdi...​Siga-nos no Instagram: https://www.instagram.com/familiadosq...​Curta-nos no Facebook: https://www.facebook.com/familiadosqu...​Siga-nos no Twitter: https://twitter.com/familiadqc

Apr 21

49 min 47 sec

Não precisamos escolher entre conhecimento e vida. Se optarmos pelos extremos, teremos no conhecimento sem vida um orgulho estéril e na vida sem conhecimento, um experiencialismo vazio. A epístola aos Efésios é recheada de doutrina teológica e prática diária, uma verdadeira síntese das Boas Novas e suas implicações. Essa divina composição humana nos dá o panorama da salvação e da redenção a partir da perspectiva dos lugares celestiais, onde em Cristo, estamos assentados. Somos instruídos e inspirados ao ler cada uma das linhas dessa carta magnífica, e se nos debruçarmos com uma dedicação de tempo e meditação generosa, perceberemos a essência, o significado e a aplicação de cada texto. O resultado é certo: maravilhamento, adoração e desafio a uma vida coerente brotarão destas páginas! A mensagem principal de Efésios é o eterno propósito de Deus, que Ele está cumprindo em seu Filho, e executando na Igreja e por meio dela. Reconciliação do homem com Deus, consigo mesmo e com seu próximo — verdades alcançadas unicamente por meio de Cristo, que reúne em si mesmo judeus e gentios; céus e terra; passado, presente e futuro. Paulo deixa claro que tudo isso parte de Deus, o Pai. Tudo é de Deus e para Deus, somente a Ele a glória para sempre! Aqui somos denunciados em nosso elevado interesse em nós mesmos, e em nossa perspectiva dos fatos, razão pela qual somos tão miseráveis e infelizes. Já no primeiro versículo fica clara a ênfase de fazermos o que fazemos e sermos quem somos “pela vontade de Deus” não por nossa própria. Ele é sobreano e nos convida a contemplarmos a salvação desta perspectiva: não a partir de nós, mas a partir de Deus, sobre todos, e depois alcançando a nós. Em Cristo, é nos revelado o mistério da vontade de Deus, que estava oculto mas agora é central. Jesus, tudo está nele, por meio dele, para ele, Cristo do inicio ao fim. Não há Evangelho sem Cristo, não há cristianismo sem Cristo. Ele é absolutamente essencial, o cabeça da Igreja, tudo está reunido em Cristo, e tudo será refeito nele e por meio da nova criação inaugurada na cruz. Aqui nasce a Igreja e clareia-se o objetivo que Deus tem nela e por meio dela. Povos, todos os tipos de pessoas, nações, raças, temperamentos diferentes — unidos em Cristo, sendo um só nele. Uma Família para o Pai, uma Esposa para o Filho (o Corpo de Cristo), uma Morada para o Espírito — a Igreja. Aqui, em Efésios, há perfeita compreensão sobre a nova vida que Deus nos deu em Cristo (Ef 1.3-2.10), a nova sociedade que Deus criou por meio de Seu Filho (Ef 2.11-3.21), os novos padrões que Deus espera de sua nova sociedade (Ef 4.1-5.21) e os novos relacionamentos aos quais Deus nos trouxe (Ef 5.21-6:24). Tudo o que Deus fez por meio de Cristo, e o que devemos ser e fazer em consequência disso, revelam o plano e o propósito de Deus — o qual não será realizado por meio de políticos, grandes líderes ou figuras de influencia, mas por meio de pessoas comuns como você e eu, que foram afetadas pelo Evangelho! Visite nosso site: https://familiadosquecreem.com​.br Contribua financeiramente: https://www.familiadosquecreem.com.br/contribuir Ouça nossas palavras: https://www.familiadosquecreem.com.br/podcast Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: https://www.instagram.com/familiadosquecreem/ Curta-nos no Facebook: https://www.facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: https://twitter.com/familiadqc

Apr 14

53 min 13 sec

A cruz de Cristo é o elemento mais importante do Cristianismo. A forma como enxergamos a cruz de Cristo afeta diretamente como encaramos nossa própria cruz. Por isso, é necessário que olhemos para a cruz de Cristo não pela ótica romana, onde ela significava fracasso, sofrimento e morte. Pois pela ótica das Escrituras, a cruz significa vitória e glória. A cruz de Cristo antes de tudo é necessária porque Deus escolheu voluntariamente salvar seu povo. Ou seja, é uma implicação direta do amor divino. A Cruz de Cristo é o meio pelo qual a justiça de Deus é satisfeita. Pois Deus não deixou de ser justo e de considerar o problema do pecado ao escolher amar o homem caído. A cruz de Cristo traz expiação e propiciação. Ou seja, nossa dívida resultante do pecado é perdoada, e o Deus que era contra nós por conta do pecado, agora é por nós por conta da justificação. A cruz de Cristo é o meio pelo qual Deus envia uma Pessoa completamente Deus e homem - Jesus Cristo, para pagar em forma humana, a dívida que nenhum homem poderia pagar, mediante o sacrifício que ninguém poderia oferecer senão Deus. A cruz de Cristo é o meio pelo qual Cristo nos une com Ele, afim de que nos identifiquemos com Sua Pessoa, e desfrutemos da comunhão que Ele tem com o Pai. A cruz de Cristo viabiliza a redenção do homem, removendo dele a ação e força do pecado. E também torna possível a restauração de todas as coisas, mediante a remoção de todos os efeitos cósmicos do pecado. Visite nosso site: https://familiadosquecreem.com​.br Contribua financeiramente: https://www.familiadosquecreem.com.br/contribuir Ouça nossas palavras: https://www.familiadosquecreem.com.br/podcast Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: https://www.instagram.com/familiadosquecreem/ Curta-nos no Facebook: https://www.facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: https://twitter.com/familiadqc

Apr 7

1 hr 4 min

A cruz de Cristo é o elemento mais importante do Cristianismo. A forma como enxergamos a cruz de Cristo afeta diretamente como encaramos nossa própria cruz. Por isso, é necessário que olhemos para a cruz de Cristo não pela ótica romana, onde ela significava fracasso, sofrimento e morte. Pois pela ótica das Escrituras, a cruz significa vitória e glória. A cruz de Cristo antes de tudo é necessária porque Deus escolheu voluntariamente salvar seu povo. Ou seja, é uma implicação direta do amor divino. A Cruz de Cristo é o meio pelo qual a justiça de Deus é satisfeita. Pois Deus não deixou de ser justo e de considerar o problema do pecado ao escolher amar o homem caído. A cruz de Cristo traz expiação e propiciação. Ou seja, nossa dívida resultante do pecado é perdoada, e o Deus que era contra nós por conta do pecado, agora é por nós por conta da justificação. A cruz de Cristo é o meio pelo qual Deus envia uma Pessoa completamente Deus e homem - Jesus Cristo, para pagar em forma humana, a dívida que nenhum homem poderia pagar, mediante o sacrifício que ninguém poderia oferecer senão Deus. A cruz de Cristo é o meio pelo qual Cristo nos une com Ele, afim de que nos identifiquemos com Sua Pessoa, e desfrutemos da comunhão que Ele tem com o Pai. A cruz de Cristo viabiliza a redenção do homem, removendo dele a ação e força do pecado. E também torna possível a restauração de todas as coisas, mediante a remoção de todos os efeitos cósmicos do pecado. Visite nosso site: https://familiadosquecreem.com​.br Contribua financeiramente: https://www.familiadosquecreem.com.br/contribuir Ouça nossas palavras: https://www.familiadosquecreem.com.br/podcast Ouça nossas músicas: https://open.spotify.com/artist/6aPdiaGuHcyDVGzvZV4LHy Siga-nos no Instagram: https://www.instagram.com/familiadosquecreem/ Curta-nos no Facebook: https://www.facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: https://twitter.com/familiadqc

Mar 31

44 min 31 sec

Como todos sabem, estamos no período da Quaresma, tempo de nos prepararmos para encontrarmos o Senhor em sua crucificação e glorificação! Embora vivamos dias difíceis, é exatamente este o momento em que a Páscoa ganha relevância — não somos daqui, aguardamos com paciência e esperança nosso resgate (Ex 12.11). Devido aos novos decretos, optamos por ter os dois próximos encontros (14 e 21/03) totalmente on-line, após isso, tornaremos a rever nosso posicionamento. Iremos iniciar uma série de 4 domingos denominada “Páscoa em Família” que será AO VIVO, do nosso espaço na Família dos que Creem pra sala da sua casa. É nosso desejo convocarmos toda a igreja para participar on-line. Celebraremos o “partir do pão” nos 4 encontros e queremos encorajar todos a fazerem o mesmo em seus lares enquanto acompanham a transmissão: preparem-se como família, organizem os elementos, sentem-se à mesa e, juntos, vamos celebrar a vida, morte, ressurreição, acensão e retorno do nosso Senhor! “Falai a toda a congregação de Israel, dizendo: Aos dez deste mês, cada um tomará para si um cordeiro, segundo a casa dos pais, UM CORDEIRO PARA CADA FAMÍLIA” (Ex 12:3)! Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/cont... Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: http://open.spotify.com/artist/6aPdia... Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Mar 24

49 min 28 sec

Como todos sabem, estamos no período da Quaresma, tempo de nos prepararmos para encontrarmos o Senhor em sua crucificação e glorificação! Embora vivamos dias difíceis, é exatamente este o momento em que a Páscoa ganha relevância — não somos daqui, aguardamos com paciência e esperança nosso resgate (Ex 12.11). Devido aos novos decretos, optamos por ter os dois próximos encontros (14 e 21/03) totalmente on-line, após isso, tornaremos a rever nosso posicionamento. Iremos iniciar uma série de 4 domingos denominada “Páscoa em Família” que será AO VIVO, do nosso espaço na Família dos que Creem pra sala da sua casa. É nosso desejo convocarmos toda a igreja para participar on-line. Celebraremos o “partir do pão” nos 4 encontros e queremos encorajar todos a fazerem o mesmo em seus lares enquanto acompanham a transmissão: preparem-se como família, organizem os elementos, sentem-se à mesa e, juntos, vamos celebrar a vida, morte, ressurreição, acensão e retorno do nosso Senhor! “Falai a toda a congregação de Israel, dizendo: Aos dez deste mês, cada um tomará para si um cordeiro, segundo a casa dos pais, UM CORDEIRO PARA CADA FAMÍLIA” (Ex 12:3)! Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/cont... Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: http://open.spotify.com/artist/6aPdia... Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Mar 17

58 min 47 sec

O conhecimento de Deus está intrínseco ao homem, uma vez que ele foi criado para refletir a imagem de Deus e porque um dos principais atos da graça comum é informar a respeito de algo que é maior que nós, num aspecto de essência e sem dúvidas em poder. Creio que uma das respostas mais óbvias à pergunta “quem é Deus” seria “aquele que tem todo poder”. Isso tanto para os cristãos como para qualquer outro homem. O simples fato de “alguém ser deus” deve denotar que este alguém possui um poder que excede a compreensão humana. Desta forma, podemos sim entender que um dos atributos mais “famosos”, assim por dizer, é a Onipotência de Deus. Porém, mesmo as Escrituras nos apresentando Deus sendo este ser que possui TODO O PODER, veremos que ela nos mostra que o homem também deseja ter “um certo nível de onipotência”. Sabedoria, força e riqueza (Jr 9:23) nos é apresentado como um tipo de tripé que sustenta a arrogância humana ao pensar que pode viver por si mesmo, longe da dependência daquele que tudo pode. São aspectos que, por mais que sejam extremamente importantes, quando utilizados a partir de uma intenção pecaminosa e independente, podem gerar destruição ao ser humano. A Onipotência de Deus tem por propósito principal não nos mostrar o “quanto Deus pode” ou “a quantidade de poder de Deus possui” e sim a não necessidade de provar qualquer coisa, e que mesmo assim, permanece inabalável em poder e autonomia. Ela deve gerar em nos confiança em meio a caminhada, entendedores que nada que passamos é muito para Deus, uma vez que por ter todo o poder também é autor e dono de tudo que existe. Devemos trocar nossa “falsa onipotência” por humildade constantemente para que possamos reconhecer que quem tudo pode é Deus, e que se podemos algo, podemos na força que o mesmo providência a nós. Não há impossíveis para Deus, nenhum sequer. E se vivermos dentro de Sua vontade iremos poder testemunhar Aquele que move montanhas e faz de cenários de deserto um belo jardim, simplesmente porque detém todo o poder. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/cont... Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: http://open.spotify.com/artist/6aPdia... Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Mar 3

59 min 3 sec

Deus não apenas detém todo o conhecimento, Ele também é todo sábio. Isso significa que Ele escolhe os melhores meios para alcançar resultados excelentes. Para o ser humano, muitas vezes, parece que as coisas ocorrem sem nenhuma lógica, ou então que não estão conectadas. Porém, tudo está acontecendo de forma com que o futuro, que hoje está encoberto, revele o sentido de tudo. Nada acontece por acaso. O Deus sábio está conduzindo a história, e no fim, você se surpreenderá! Certamente, muitas situações que você já viveu anos atrás fazem algum sentido hoje; e, se ainda não fazem, em algum dia farão. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/cont... Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: http://open.spotify.com/artist/6aPdia... Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Feb 24

1 hr 1 min

Nosso Deus tem todo conhecimento. Ele conhece plenamente a si mesmo. Somente Deus pode conhecer a infinitude que há em si, pois Ele mesmo é infinito; é o autor de tudo, a fonte e conhece tudo o que pode ser conhecido. O Senhor conhece todas as coisas reais e possíveis. Ele não descobre nada, jamais se surpreende ou espanta, nunca se esquece! Tudo é conhecido por Deus de forma simples e eterna. A Mente Infinita de Deus consegue estar atenta a multidões como se apenas um indivíduo estivesse buscando a Sua atenção. Ele conhece e sabe de tudo simultaneamente, sem precisar ponderar, pensar ou raciocinar — sabe o fim desde o princípio! A história do povo de Deus mostra o quanto a Sua onisciência é real. Através da narrativa bíblica percebemos que as árvores do jardim não puderam ocultar Adão e Eva. Nenhum olho viu Caim matar Abel, mas o Criador estava lá. Sara riu sozinha em sua tenda, mas Deus ouviu. Acã roubou uma cunha de ouro e a enterrou, depois Deus trouxe isso à luz. Ananias e Safira tentaram enganar a todos, mas foram revelados por Aquele que tudo vê. Davi tentou esconder seu pecado, mas o Senhor mostrou a um de seus servos o que o rei havia feito. É assombroso saber que Deus conhece todas as possibilidades e impossibilidades da nossa vida. Este fato deve nos trazer segurança, conforto e sobriedade! A mente de Deus não cabe na nossa — Ele colocou algumas coisas além do nosso alcance para promover em nós humildade e levar-nos a uma postura de adoração. Diante dele, estamos cheios de admiração: Ele viu tudo sobre nós, desde sempre e para sempre, e ainda nos ama! E você, como se sente diante daquele que tem todo o conhecimento? Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/cont... Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: http://open.spotify.com/artist/6aPdia... Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Feb 17

59 min 33 sec

A cada milésimo de segundo que passa, as coisas criadas sofrem algum tipo de mudança. A natureza sofre com o calor excessivo ou com o frio demasiado. Os animais precisam se adaptar à redução de espaço de seu habitat natural, e as plantas, cada vez mais ao solo, que é alterado em todo o tempo. Ao passo que nossa vida é diariamente afetada por mudanças e variações, sejam elas de humor, rotina, trabalho, etc., constantemente vemos o quão inconstante somos. Relacionar-se com alguém que varia em sua essência não é algo tão simples. Não existe segurança nem confiança em alguém que é "uma caixinha de surpresas". Mas aquele que é o mesmo desde a eternidade passada, e sempre será, nos livra do medo de haver qualquer variação de humor, planos, atributos, ou qualquer sombra de outra coisa. Todos os atributos de Deus nos ensinam algo. Eles devem afetar nossa vida de alguma forma, mesmo não sendo comunicáveis em sua integralidade. A imutabilidade de Deus nos permite um relacionamento com um Ser que não tem sombra de variação alguma. Não há a possibilidade de hoje estar bem e amanhã, totalmente diferente. Particularmente, isso me dá uma enorme segurança e aumenta ainda mais a minha confiança. Deus, que ouvia meus pais e agia da mesma forma que age comigo, o fará também com minha filha. O fato de Deus não mudar em Sua essência, planos, promessas ou atributos, nos ensina a sermos constantes, até que cheguemos à imagem do homem perfeito. Seja a oração mais fervorosa, ou o jejum mais intenso, ou ainda o tempo de leitura bíblica com mais revelação, nada disso muda em absolutamente a Deus. Deus não muda quando você ora; você muda. Ele não muda quando jejuamos, nós é que mudamos. Ser imutável é um atributo que somente Deus pode ter. E, ainda assim, Ele nos ensina a ser sempre constantes. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/cont... Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: http://open.spotify.com/artist/6aPdia... Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Feb 10

1 hr 17 min

Nos prostramos perante um Deus imensurável, infinito em Sua própria natureza e em Seus atributos. Pelo Seu Espírito, nossa consciência vivificada busca devoção sincera e um coração contrito. Um coração presunçoso jamais poderia questionar-se: por que um Deus tão imenso e infinito deseja me encontrar? A infinitude divina pode ser complexa de ser compreendida, mas não é difícil de ser reconhecida. Toda criação, sujeita ao governo de Deus, anuncia a glória do seu Criador de milésimo em milésimo de segundo. Na natureza, a exaltação e adoração a Deus são ininterruptas, porque um Deus infinito não pode ser adorado de forma finita. Quando buscamos compreender a infinitude de Deus, nossa exaltação se eleva a um nível de gratidão e que vem direto de uma fonte: o Seu trono. Não por causa do local onde o trono está (nos céus), mas por causa Daquele que está assentado sobre ele. Porque aquele que está assentado, transcende qualquer limitação criada pela matéria, pelo espaço e pelo tempo. Segundo Wayne Grudem, “A Bíblia ensina que Deus é tanto infinito como pessoal: Ele é infinito no sentido de que não é sujeito a qualquer das limitações da humanidade ou da criação em geral”. Antes de qualquer coisa Ele já existia, e não há nada criado que possa mensurar ou compreendê-lo integralmente. Nem mesmo os mais altos céus podem conter Deus, e Ele deseja habitar em nossos corações. Isso transcende a sabedoria humana, o saber científico e qualquer riqueza deste mundo. De um Deus infinito, mistérios e riquezas profundas. Nosso interior poderia conter um Deus imensurável se nem mesmo o lugar de Sua habitação e do Seu trono podem fazer isto? Ele rasgou o véu que nos separava deste lugar, e esmagou em Seu filho nossas transgressões e nossas feridas. Para um Deus infinito, até mesmo essa limitação, que é da nossa humanidade, foi desfeita na Cruz. Não temos desculpas para não O encontrar agora mesmo! Um Deus imensurável que tem prazer em habitar entre nós. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/cont... Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: http://open.spotify.com/artist/6aPdia... Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Feb 3

1 hr 15 min

A eternidade de Deus não é apenas tempo sem fim, é o atributo que nos mostra que nem mesmo o tempo pode contê-lo. Para Ele, o passado e futuro são sempre "presente". Por isso podemos ter a certeza de que Deus nunca se atrasa; Ele sempre faz tudo no tempo certo, segundo os Seus propósitos. Sabendo disso, não devemos agir por demanda, mas sim por propósito, e em alguns momentos, apenas esperar em Deus, porque Ele faz tudo sempre no tempo oportuno. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/cont... Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: http://open.spotify.com/artist/6aPdia... Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Jan 27

1 hr 18 min

A autossuficiência de um Deus eterno nos leva a um lugar de contrição e arrependimento por tentarmos nos colocar em Seu lugar em diversos momentos de nossas vidas. Olharmos para um atributo incomunicável de Deus deve sempre resultar em doxologia, em erguer as mãos e confessar que tudo, por meio dele e para Ele, são todas as coisas. Não há nada que o Homem possa fazer para se igualar à natureza de Deus, contudo, o Criador do Universo, amplo em Sua soberania, honra, glória e poder, decide nos amar mesmo sendo tão miseráveis. Isso não é lindo? Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/cont... Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: http://open.spotify.com/artist/6aPdia... Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Jan 20

1 hr 2 min

Retornamos com as nossas reuniões presenciais e na primeira série do ano começamos a compreender os "Atributos Divinos" que correspondem a Deus. Um dos maiores motivos de nossa geração não ter constância mediante à vontade de Deus, ocorre porque muitas vezes nos apegamos apenas a uma faceta da natureza do Criador. Contudo, a verdade do Seu caráter se completa na sua totalidade, ou seja, Deus é completo em benevolência, amor e justiça. Que possamos caminhar juntos para um entendimento no decorrer dessa série, o qual enxergaremos o propósito e a natureza dAquele que nós adoramos. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/cont... Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: http://open.spotify.com/artist/6aPdia... Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Jan 13

1 hr 17 min

Neste domingo tivemos a nossa última reunião com a Família dos que Creem. Como de costume, todos os anos terminamos nossos ajuntamentos anuais de forma a observar a pessoa do Cristo. Portanto, intencionalmente, deixamos para contemplar a verdade do SOLA CHRISTUS em nosso último encontro. A afirmação de que somente por Cristo a obra salvífica se completa em nós, nos traz segurança de afirmar todas as outras. Somente por Cristo e a partir da inerrância da Sua palavra que obtemos fé, recebemos a graça e rendemos toda a Glória ao Seu nome. Que as SOLAS sejam o retorno supremo de nossas vidas para a verdade do Evangelho, que Cristo seja engrandecido e que possamos cada vez mais nos atentar para os absolutos bíblicos que Deus nos deixou. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/cont... Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: http://open.spotify.com/artist/6aPdia... Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Dec 2020

1 hr 28 min

Render toda a glória a Deus é a única resposta para a compreensão correta de que somente pela Escritura, pela graça e pela fé em Cristo Jesus , é que alcançamos a salvação. A obra é exclusiva de Deus, portanto, somente Ele merece e é digno de receber a honra e a glória. Soli Deo Gloria é a manifestação da criação por quem Deus é, a exaltação máxima e o reconhecimento de Sua primazia e soberania. Somente a Ele toda a glória! Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/cont... Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: http://open.spotify.com/artist/6aPdia... Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Dec 2020

1 hr 8 min

A graça é uma das maiores manifestações de amor que o Senhor derrama sobre o Homem e o atributo que nos faz contemplar a bondade e a justiça de Deus. O escândalo da graça permeia em Deus nos chamar para termos com Ele, uma relação de amor que o próprio Filho tem com o Pai. Não podemos negar que a graça é o meio pelo qual somos colocados em um lugar de humildade e gratidão pela boa vontade de Deus, pois somente mediante a graça que o pecador caído agora pode, por meio da fé, achegar-se confiadamente perante o trono de Deus. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/cont... Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: http://open.spotify.com/artist/6aPdia... Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Dec 2020

1 hr 10 min

A doutrina da justificação pela fé é uma das doutrinas mais importantes que a Reforma ressaltou. Dentre as verdades absolutas resgatadas entre os reformadores, estava a observância de que somente a fé em Cristo Jesus era suficiente para se obter a salvação. Longe de uma vida libertina, a justificação pela fé nos impulsiona a depositar a nossa confiança em Deus, nos fazendo responsáveis e capacitados para viver uma vida piedosa afim de sermos semelhantes a Cristo. Visite nosso site: http://familiadosquecreem.com Compre nossos livros e produtos: http://familiadosquecreem.com/loja Contribua financeiramente: http://familiadosquecreem.com.br/cont... Conheça nossa escola: http://escolanovamente.com Ouça nossas músicas: http://open.spotify.com/artist/6aPdia... Siga-nos no Instagram: http://instagram.com/familiadosquecreem Curta-nos no Facebook: http://facebook.com/familiadosquecreem Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/familiadqc

Nov 2020

1 hr 36 min