A Vida no Centro – Hackeando a Cidade

A Vida no Centro

Podcast da plataforma A Vida no Centro apresentado por Denize Bacoccina e Clayton Melo. A cada semana uma entrevista inspiradora com pessoas que ajudam a transformar a cidade num lugar melhor. E por isso a série atual se chama Hackeando a Cidade, termo que designa uma solução inovadora para qualquer problema. Notícias, entrevistas, futuro das cidades, cultura, arquitetura e urbanismo em foco. A série conta com o apoio da Pitá Arquitetura, do estúdio de design de móveis Paulo Alves, da construtora Magik JC e parceria com a SP Escola de Teatro. Acesse: avidanocentro.com.br.

Vem aí a temporada Hackeando a Cidade
Trailer 3 min 22 sec

All Episodes

Cairê Aoas, sócio-criador da Fábrica de Bares, responsável por bares icônicos de São Paulo como Bar Brahma, Blue Note, Bar dos Arcos, Bar Léo e Riviera, entre outros, é o convidado deste episódio da série Hackeando a Cidade. Nesta conversa com Denize Bacoccina e Clayton Melo, ele fala sobre a retomada da gastronomia e do entretenimento na cidade pós-pandemia e também sobre o trabalho feito pela Fábrica de Bares para socorrer e evitar o fechamento de bares importantes que não resistiram à crise – um deles é Bar Filial, na Vila Madalena, um dos mais queridos da cidade, que fechou na pandemia e será reaberto em breve. Cairê também comenta sobre um novo projeto que vai dar o que falar: a abertura, junto com o empresário Facundo Guerra e a produtora e DJ Lilly Scott, de uma nova casa na antiga boate Love Story, que agora terá o nome de Love Cabaret. A entrevista com Cairê Aoas encerra esta temporada do podcast do A Vida no Centro, que teve o apoio do escritório de arquitetura Pitá, do estúdio design de móveis Estúdio Paulo Alves e da Magik JC e parceria com a SP Escola de Teatro. Mas fique sempre ligado no canal porque uma hora dessas podemos postar um episódio extra, enquanto preparamos a próxima temporada. A série Hackeando a Cidade tem produção e apresentação de Denize Bacoccina e Clayton Melo, artes visuais de Yuka Yamada, finalização em vídeo de Gil Siva e finalização em podcast de Fernando Sampaio. Acesse o portal avidanocentro.com.br. Acesse o portal avidanocentro.com.br

Nov 16

47 min 4 sec

A convidada deste episódio é Claudia Vidigal, representante no Brasil da Fundação Bernard van Leer, que, junto com o Instituto Cidades Sustentáveis, tem o projeto Urban 95, que pensa as cidades a partir da vivência e das necessidades de bebês, crianças pequenas e seus cuidadores. Na conversa, Claudia explica como o planejamento urbano, estratégias de mobilidade, programas e serviços públicos podem e devem ser pensados para quem tem 95 cm, que é a altura média de uma criança de três anos. E a lógica é a seguinte: uma cidade boa para crianças pequenas é uma cidade boa para todo mundo. Psicóloga especializada em administração no terceiro setor, Claudia trabalha há mais de 20 anos com projetos relacionados ao público infantil. Ela também é fundadora, presidiu e coordenou por mais de dez anos o Instituto Fazendo História, voltado a cuidados com crianças separadas dos pais e atuou como Secretária Nacional dos Direitos da Criança e Presidente do Conselho Nacional dos Direitos da Criança. Esta temporada do podcast do A Vida no Centro tem o apoio do escritório de arquitetura Pitá, do estúdio design de móveis Estúdio Paulo Alves e da Magik JC e parceria com a SP Escola de Teatro. A série Hackeando a Cidade tem produção e apresentação de Denize Bacoccina e Clayton Melo, artes visuais de Yuka Yamada, finalização em vídeo de Gil Siva e finalização em podcast de Fernando Sampaio. Acesse o portal avidanocentro.com.br. Acesse o portal avidanocentro.com.br

Nov 9

44 min 37 sec

O arquiteto e urbanista Renato Cymbalista é o convidado deste episódio da série Hackeando a Cidade. Professor livre docente da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP e do Mestrado em Cidades Inteligentes e Sustentáveis da UNINOVE, ele é um dos diretores do Fundo FICA, uma associação sem fins lucrativos criada para promover a propriedade coletiva e o direito ao Centro de São Paulo – a entidade compra propriedades e aluga por um preço abaixo do mercado. O Renato também é autor de artigos e livros relacionados ao espaço urbano, como o Guia dos Lugares Difíceis de São Paulo e Situando Jane Jacobs. Na conversa com os jornalistas Denize Bacoccina e Clayton Melo, o urbanista analisa os desafios da cidade pós-pandemia, como o aumento da desigualdade, e também projeta cenários prováveis para a vida urbana. Ele ainda explica como funciona o Fundo Fica e comenta o movimento de questionamento de monumentos públicos. Esta temporada do podcast do A Vida no Centro tem o apoio do escritório de arquitetura Pitá, do estúdio design de móveis Estúdio Paulo Alves e da Magik JC e parceria com a SP Escola de Teatro. A série Hackeando a Cidade tem produção e apresentação de Denize Bacoccina e Clayton Melo, artes visuais de Yuka Yamada, finalização em vídeo de Gil Siva e finalização em podcast de Fernando Sampaio. Acesse o portal avidanocentro.com.br.

Nov 1

45 min 50 sec

Tatiana Tucunduva Cortese e Debora Sotto, pesquisadoras do Centro de Síntese USP Cidades Globais do Instituto de Estudos Avançados da USP, são as convidadas deste episódio da série Hackeando a Cidade. Na conversa com Denize Bacoccina e Clayton Melo, elas explicam o que são cidades inteligentes e sustentáveis e como conectar inovação, cidadania e sustentabilidade em ações que melhorem a vida nos grandes centros urbanos. Professora do Mestrado em Cidades Inteligentes e Sustentáveis da UNINOVE, a Tatiana é pós-doutora em Cidades Globais pela USP e autora dos livros "Cidades Inteligentes e Sustentáveis" e "Mudanças Climáticas: do global ao local". Já a Débora Sotto é Procuradora do Município de São Paulo, com atuação nas áreas de planejamento e desenvolvimento urbano, meio ambiente e habitação. Doutora em Direito Urbanístico pela PUC São Paulo, ela também é pós-doutora pela USP, com pesquisas nas áreas de planejamento urbano, desenvolvimento sustentável e ação climática local. Esta temporada do podcast do A Vida no Centro tem o apoio do escritório de arquitetura Pitá, do estúdio design de móveis Estúdio Paulo Alves e da Magik JC e parceria com a SP Escola de Teatro. A série Hackeando a Cidade tem produção e apresentação de Denize Bacoccina e Clayton Melo, artes visuais de Yuka Yamada, finalização em vídeo de Gil Siva e finalização em podcast de Fernando Sampaio. Acesse o portal avidanocentro.com.br

Oct 26

44 min 46 sec

Giselle Beiguelman, artista visual, curadora e professora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, é a convidada deste episódio da série Hackeando a Cidade, do portal A Vida no Centro. Autora do livro Políticas da Imagem, Vigilância e Resistência na Dadosfera, Giselle é uma pesquisadora das imagens, da arte e do ativismo na cidade em rede. Nesta entrevista a Clayton Melo e Denize Bacoccina, ela afirma estar preocupada com o uso que empresas e governos fazem dos dados que os próprios cidadãos, voluntariamente, produzem e entregam a cada vez que ligam seu celular, fazem uma foto, postam nas redes sociais ou simplesmente medem a temperatura ao entrar num shopping center. Ela também fala sobre as desigualdades expostas e aprofundadas na pandemia e a polêmica envolvendo monumentos em locais públicos homenageando figuras como bandeirantes, ditadores ou escravocratas. Esta temporada do podcast do A Vida no Centro tem o apoio do escritório de arquitetura Pitá, do estúdio design de móveis Estúdio Paulo Alves e da Magik JC e parceria com a SP Escola de Teatro. A série Hackeando a Cidade tem produção e apresentação de Denize Bacoccina e Clayton Melo, artes visuais de Yuka Yamada, finalização em vídeo de Gil Siva e finalização em podcast de Fernando Sampaio. Acesse o portal avidanocentro.com.br

Oct 18

43 min 32 sec

Os artistas e produtores culturais Fernanda Bueno e Kleber Pagú são os convidados deste episódio da série Hackeando a Cidade. Casal dedicado a ampliar os espaços de arte e cultura na cidade, Fernanda é bailarina do Balé da Cidade e Pagú é o produtor de vários murais importantes em São Paulo, entre eles o Aquário Urbano, na Vila Buarque, do artista Flip. Juntos, eles lideram o coletivo Nós Artivistas, que faz ativismo por meio da arte, e produziram, entre outros projetos, a mostra Brasileires, com várias obras no Minhocão. Nesta entrevista a Denize Bacoccina e Clayton Melo, eles contam por que utilizam a arte urbana como plataforma para provocar mudanças na cidade. Esta temporada do podcast do A Vida no Centro tem o apoio do escritório de arquitetura Pitá, do estúdio design de móveis Estúdio Paulo Alves e da Magik JC e parceria com a SP Escola de Teatro. A série Hackeando a Cidade tem produção e apresentação de Denize Bacoccina e Clayton Melo, artes visuais de Yuka Yamada, finalização em vídeo de Gil Siva e finalização em podcast de Fernando Sampaio. Acesse o portal avidanocentro.com.br

Oct 12

48 min 10 sec

Os skatistas Gabriela Santana e Murilo Romão são os convidados deste episódio do podcast do A Vida no Centro. Gabriela também é tatuadora e começou a andar de skate há 10 anos, quanto tinha 14 anos. Ela conta como começou no skate e como era a presença das mulheres na época e como isso vem evoluindo desde então. Murilo Romão, além de skatista, é videomaker. É diretor do documentário Valeros, que registra a mobilização dos skatistas para evitar que a arquibancada de granito do Vale do Anhangabaú fosse destruída pela reforma do local. Eles conseguiram, e esta história a gente conta em mais detalhes num outro podcast aqui, de número 27. No papo com Denize Bacoccina e Clayton Melo, eles contam o que a vivência no skate ensinou a eles sobre a vivência na cidade, por que o Centro é um dos lugares mais “esqueitáveis” de São Paulo e como é a energia de andar por entre prédios e históricos e em lugares emblemáticos, como o Vale do Anhangabaú, Pátio do Colégio, Theatro Municipal e Praça Roosevelt. E nesta temporada do podcast do A Vida no Centro, chamada de Hackeando a Cidade, temos o apoio do escritório de arquitetura Pitá, do estúdio de design de móveis Estúdio Paulo Alves e da Magik JC e parceria com a SP Escola de Teatro. A série Hackeando a Cidade tem produção e apresentação de Denize Bacoccina e Clayton Melo, artes visuais de Yuka Yamada, finalização em vídeo de Gil Siva e finalização em podcast de Fernando Sampaio. Acesse o portal avidanocentro.com.br

Oct 5

33 min 53 sec

Paulo Saldiva, médico patologista e professor da Faculdade de Medicina da USP, é o convidado deste episódio da série Hackeando a Cidade. Autor do livro Vida urbana e saúde – os desafios dos habitantes das metrópoles, Saldiva é um pesquisador da história das cidades e de suas relações com a saúde. Neste podcast, ele fala sobre os impactos da pandemia na cidade, destacando os efeitos da desigualdade social no combate ao coronavírus. E, comparando o ambiente urbano a um corpo humano, Saldiva explica, de maneira simples e eficiente, as doenças que a cidade acumula ao longo dos anos - e também o que podemos fazer para cuidar do lugar onde vivemos. O professor também reflete sobre as transformações na urbanidade e como as metrópoles devem se preparar para evitar – ou lidar – com futuras pandemias. Paulo Saldiva foi membro do comitê que estabeleceu os padrões de qualidade do ar e do comitê que definiu o potencial carcinogênico da poluição atmosférica, ambos da Organização Mundial de Saúde. Também é diretor do Instituto de Estudos Avançados da USP. Esta temporada do podcast do A Vida no Centro tem o apoio do escritório de arquitetura Pitá, do estúdio de design de móveis Estúdio Paulo Alves e da Magik JC e parceria com a SP Escola de Teatro. A série Hackeando a Cidade tem produção e apresentação de Denize Bacoccina e Clayton Melo, artes visuais de Yuka Yamada, finalização em vídeo de Gil Siva e finalização em podcast de Fernando Sampaio. Acesse o portal avidanocentro.com.br

Sep 29

48 min 56 sec

Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez, fundadores da premiada Cia de Teatro Os Satyros, são os convidados deste episódio da série Hackeando a Cidade. No programa, eles falam dos desafios e dos aprendizados trazidos pela pandemia para a área cultural, analisam a experiência do teatro digital (da qual eles são pioneiros), contam sobre a reabertura do Cine Bijou e refletem sobre os possíveis efeitos da cultura híbrida (física e digital) para as cidades no pós-pandemia. A experiência do teatro digital, da qual eles são pioneiros com o espetáculo A arte de encarar o medo (que rodou o mundo e vai virar filme), é outro assunto abordado. No bate-papo com os jornalistas Denize Bacoccina e Clayton Melo, eles falam também do poder da arte na transformação de territórios, como eles fizeram na Praça Roosevelt, no Centro de São Paulo – eles são responsáveis diretos pelo processo de recuperação do local a partir dos anos 2000, que passou de lugar de perigoso e com alta criminalidade para um dos espaços públicos mais democráticos e vibrantes de São Paulo. Ivam Cabral é ator, dramaturgo e futuro psicanalista, e Rodolfo é diretor e dramaturgo. Em seu currículo, Os Satyros produziram mais de 100 espetáculos, se apresentaram em 20 países e, das mais de 100 nomeações, receberam 53 prêmios – incluindo os maiores do teatro brasileiro, como APCA, Shell, Mambembe, APETESP e Governador do Estado do Paraná. Esta temporada do podcast do A Vida no Centro tem o apoio do escritório de arquitetura Pitá, do estúdio de design de móveis Estúdio Paulo Alves e da Magik JC e parceria com a SP Escola de Teatro. Este episódio teve a produção e apresentação de Denize Bacoccina e Clayton Melo e finalização de Fernando Sampaio. Acesse o portal avidanocentro.com.br

Sep 29

59 min 14 sec

Jorge Melguizo, ex-secretário de Cultura Cidadã e de Desenvolvimento Social de Medellín, é o entrevistado deste episódio do podcast do A Vida no Centro. Ele é um dos líderes do projeto de urbanismo social que transformou a cidade colombiana, que durante 20 anos foi a mais violenta do mundo e hoje é um case internacional de transformação social. Nesta entrevista a Denize Bacoccina e Clayton Melo, editores do portal A Vida no Centro, ele como foi o projeto que transformou Medellín e a importância da cultura e da participação cidadã nesse processo. E também explica por que a convivência numa cidade de constrói com projetos sociais, educativos e culturais. E nesta temporada do podcast do A Vida no Centro, chamada de Hackeando a Cidade, temos o apoio do escritório de arquitetura Pitá, do estúdio de design de móveis Estúdio Paulo Alves e da Magik JCe parceria com a SP Escola de Teatro. Este episódio teve a produção e apresentação de Denize Bacoccina e Clayton Melo e finalização de Fernando Sampaio. Acesse o portal avidanocentro.com.br

Sep 16

24 min 44 sec

A entrevistada deste episódio é a chef Janaína Rueda, criadora do Bar da Dona Onça, restaurante precursor da nova onda gastronômica no Centro de São Paulo, aberto em 2008, no térreo do Copan. Nesta conversa com os jornalistas Denize Bacoccina e Clayton Melo, criadores do portal A Vida no Centro, ela fala de sua história e de sua relação com o Centro de São Paulo, onde nasceu, foi criada e mora até hoje. É no Centro também que ela, junto com o marido, Jefferson Rueda, abriu uma série de empreendimentos gastronômicos. Além do Bar da Dona Onça, eles abriram também A Casa do Porco, restaurante premiado, um dos melhores do Brasil, listado em rankings internacionais. Depois o Hot Pork, ao lado a Sorveteria do Centro e, durante a pandemia, um delivery com todas esses cardápios, além de outras especialidades produzidas pelo casal. Mas não é só de negócios a vida de Janaína Rueda no Centro. Ela montou o seu restaurante no Copan, onde morava, porque queria ficar perto da família e continuar no bairro onde conhecia todo mundo. E, nesses tempos de emergência sanitária e social, ela continua buscando se envolver em projetos para construir uma cidade melhor para as pessoas, como conta nesta entrevista para o podcast Hackeando a Cidade. Esta temporada do podcast do A Vida no Centro tem o apoio do escritório de arquitetura Pitá, do estúdio de design de móveis Estúdio Paulo Alves e da Magik JC e parceria com a SP Escola de Teatro. Este episódio teve a produção e apresentação de Denize Bacoccina e Clayton Melo e finalização de Fernando Sampaio.

Sep 8

49 min 50 sec

O arquiteto, urbanista e designer Caio Vassão é o entrevistado deste episódio. Com uma formação multidisciplinar, Vassão é Doutor em Arquitetura e Design pela USP, professor do Instituto Europeu de Design e head de inovação da consultoria Kyvo. Nesta conversa com Denize Bacoccina e Clayton, fundadores da plataforma A Vida no Centro, ele fala sobre a importância da cultura regenerativa na transformação das cidades, especialmente diante da urgência de um novo modelo de sociedade para fazer frente às mudanças climáticas. Neste contexto, os saberes dos povos originários se tornam ainda mais importantes para as cidades, pois se valem de soluções baseadas na natureza. Vassão também comenta as transformações provocadas pelas pandemia na vida urbana e no setor imobiliário e explica a sua visão sobre cidades inteligentes. Esta temporada do podcast do A Vida no Centro tem o apoio do escritório de arquitetura Pitá, do estúdio de design de móveis Estúdio Paulo Alves e da Magik JC e parceria com a SP Escola de Teatro. Acesse: avidanocentro.com.br @avidanocentro.sp O podcast A Vida no Centro é produzido e apresentado por Denize Bacoccina e Clayton Melo e finalizado por Fernando Sampaio.

Aug 30

47 min 45 sec

Nabil Bonduki, arquiteto e urbanista e professor da Faculdade de Arquitetura da USP, analisa neste episódio os prováveis cenários para a vida pós-pandemia nas cidades.  Relator do Plano Diretor em 2014 e ex-secretário de Cultura de São Paulo, Nabil reflete sobre as mudanças provocadas pela pandemia na vida urbana, o que deve ainda deve mudar num futuro próximo e oportunidades que podemos aproveitar para melhorar o espaço em que vivemos. O episódio faz parte da série multiplataforma Hackeando a Cidade, projeto produzido e apresentado pelos jornalistas Denize Bacoccina e Clayton Melo, criadores do A Vida no Centro, plataforma de informação e inteligência especializada no Centro de São Paulo. Esta temporada do podcast busca discutir a cidade em que vivemos e a cidade que queremos, com entrevistas semanais inspiradoras com pessoas que ajudam a pensar e transformar a cidade num lugar melhor. Arquitetura e urbanismo, jornalismo, cultura, sociedade e futuro das cidades em foco. Esta temporada do podcast do A Vida no Centro tem o apoio do escritório de arquitetura Pitá, do estúdio de design de móveis Estúdio Paulo Alves e da Magik JC e parceria com a SP Escola de Teatro. Acesse: avidanocentro.com.br @avidanocentro.sp

Aug 23

51 min 32 sec

Neste episódio a conversa é com Carmen Silva, coordenadora do Movimento dos Sem-Teto do Centro (MSTC). Na conversa, Carmen fala de sua vida, de como surgiu e desenvolveu o movimento de moradia que lidera no Centro de São Paulo, da importância do direito à cidade e do papel da moradia como uma porta de entrada para outros direitos. Mulher negra, baiana, filha de empregada doméstica e mãe de oito filhos, Carmen é uma das principais lideranças sociais de São Paulo e, além de ativista, também dá aulas de urbanismo no Insper, tem parceria com a Escola da Cidade e recebe especialistas de várias áreas, que prestam assessoria técnica ao MSTC. Um exemplo de integração entre academia e sociedade. O episódio faz parte da série multiplataforma Hackeando a Cidade, projeto do A Vida no Centro que busca discutir a cidade que vivemos e a cidade que queremos, com entrevistas semanais inspiradoras com pessoas que ajudam a pensar e transformar a cidade num lugar melhor. Futuro das cidades, arquitetura e urbanismo, jornalismo, cultura e sociedade em foco. Esta temporada do podcast do A Vida no Centro tem o apoio do escritório de arquitetura Pitá, do estúdio de design de móveis Estúdio Paulo Alves e da Magik JC e parceria com a SP Escola de Teatro. Acesse: avidanocentro.com.br Redes sociais do MSTC @movimentomstc @casaverbo @cozinhaocupacao9dejulho @carmensilvamstc

Aug 17

43 min 32 sec

A conversa deste episódio é com Alejandro Echeverri, considerado pai do conceito de urbanismo social que transformou a cidade de Medellín, na Colômbia, que durante 20 anos foi a cidade mais violenta do mundo e hoje é um case internacional de transformação social – ela também já foi eleita a cidade mais inovadora do mundo em um concurso realizado pelo The Wall Street Journal e o Citigroup, em 2013. Arquiteto e urbanista colombiano e ex-secretário de Desenvolvimento Urbano de Medellín, Alejandro conta nesta entrevista aos jornalistas Denize Bacoccina e Clayton, criadores do A Vida no Centro, como foi o projeto de urbanismo social implementado. O episódio marca a estreia da série em podcast Hackeando a Cidade, projeto do A Vida no Centro que busca discutir a cidade que vivemos e a cidade que queremos, com entrevistas semanais inspiradoras com pessoas que ajudam a pensar e transformar a realidade para melhor. Esta temporada do podcast do A Vida no Centro tem o apoio do escritório de arquitetura Pitá, do estúdio de design de móveis Estúdio Paulo Alves e da Magik JC e parceria com a SP Escola de Teatro. Acesse avidanocentro.com.br

Aug 9

50 min 36 sec

Vem aí uma nova temporada do podcast A Vida no Centro! Desta vez vamos falar sobre a cidade que vivemos e a cidade que queremos, com entrevistas inspiradoras com pessoas que ajudam a pensar e transformar a nossa cidade num lugar melhor. A série se chama Hackeando a Cidade. Porque hackear a cidade significa inventar um caminho novo, pensar diferente em busca de soluções criativas para os problemas. Significa virar a chave. Compartilhar ideias, reflexões e histórias que inspirem e nos façam ver a cidade de um jeito diferente. Mais inclusivo e solidário. Com estreia marcada para terça-feira da semana que vem (10/8), a série vai ter um episódio novo por semana no nosso canal no Spotify – e você também pode ler as entrevistas no portal ou assistir no YouTube, porque as entrevistas são gravadas via Zoom. Aproveita para já seguir a gente nesses canais e receber as atualizações. E que um tal um spoilerzinho básico? Então rola o play e ouve o teaser!

Aug 4

3 min 22 sec

A conversa deste episódio é com o skatista e documentarista Murilo Romão, diretor do documentário Valeros. O filme registra a mobilização dos skatistas para evitar que a arquibancada de granito do Vale do Anhangabaú, área que desde os anos 1990 eles utilizavam para andar de skate, fosse destruída pela reforma do local, iniciada em 2019. Por meio da organização, os skatistas do Vale (os valeros) conseguiram ser ouvidos pela Prefeitura de São Paulo e participaram ativamente do redesenho da obra, processo que resultou na criação de um memorial do skatável perto do Viaduto Santa Ifigênia, construído com as mesmas pedras retiradas das arquibancadas do projeto anterior do Anhangabaú, de Rosa Kliass e Jorge Wilheim. O documentário pode ser acessado do YouTube do Murilo Romão: https://bit.ly/3721Aep. Acesse também o portal avidanocentro.com.br.

Dec 2020

36 min 26 sec

O tema deste episódio é a São Paulo Tech Week (SPTW), um dos maiores festivais de inovação e tecnologia descentralizados do mundo, com centenas de atrações realizadas durante uma semana em diferentes locais. Os entrevistados são Paula Marques e Rafael Castro, respectivamente Community Manager e Community Leader de curadoria e produtor de eventos oficiais da São Paulo Tech Week. Na conversa com Denize Bacoccina e Clayton Melo, editores da plataforma A Vida no Centro, eles conversam sobre inovação, economia criativa e empreendedorismo. Em 2020, a programação da SPTW é toda online. Organizado pela SP negócios, o evento acontece entre os dias 12 e 18 de dezembro e as atividades podem ser vistas no site https://saopaulotechweek.com/agenda. E o A Vida no Centro é parceiro do festival neste ano. Veja mais também no portal avidanocentro.com.br.

Dec 2020

50 min 40 sec

O entrevistado deste episódio é Claudio Marinho, engenheiro, consultor e planejador urbano e um dos idealizadores do Porto Digital, o Parque Tecnológico que ajudou a recuperar o Centro do Recife e hoje é um dos principais pólos de inovação do País. Nesta edição do PodCentro, o podcast da plataforma A Vida no Centro, Denize Bacoccina e Clayton Melo conversam com Claudio Marinho sobre a história do Porto Digital e também sobre o papel da inovação, da tecnologia e da criativa na recuperação das regiões centrais das cidades. O PodCentro é o podcast do A Vida no Centro em parceria com a SP Escola de Teatro. Aqui nós falamos sobre cultura, vida urbana e tendências, sempre com pessoas que nos trazem um olhar inspirador. Além da versão em áudio, que você ouve em nosso perfil no Spotify, você também pode ver o vídeo do programa aqui, em nosso canal no YouTube. E  siga a gente nas redes sociais: https://www.facebook.com/avidanocentro https://twitter.com/avidanocentro Instagram: avidanocentro.sp. Acesse também o portal avidanocentro.com.br.

Oct 2020

1 hr 1 min

A cineasta paulista Caru Alves de Souza, diretora do filme Meu Nome é Bagdá, é a entrevistada deste episódio do PodCentro, o podcast do A Vida no Centro em parceria com a SP Escola de Teatro, no momento gravado em distanciamento social, por telefone. Na conversa, Caru fala sobre o longa-metragem, que aborda o cotidiano de meninas skatistas e traz à tona questões como feminismo, assédio, preconceito e machismo. O filme de Caru venceu uma das principais mostras do Festival de Berlim e foi destaque eventos na Espanha, Coréia do Sul e Bulgária. Ainda sem data para entrar em cartaz no Brasil, ele foi apresentado pela primeira vez no Brasil na sessão de estreia do Drive-in Paradiso, projeto de exibição de filmes no estacionamento da Assembléia Legislativa. Acesse o portal A Vida no Centro. 

Aug 2020

28 min 33 sec

O arquiteto Antonio Mantovani Neto, um dos fundadores e sócios da Pitá Arquitetura, é o entrevistado deste episódio do PodCentro. Responsável pelo projeto de espaços inovadores como o LindedIn, Civi-co e Cubo Itaú, ele explica neste bate-papo sobre que mudou a sede da empresa do Jardim Paulistano, que estava instalado havia há 20 anos, para o Edifício Itália, edifício icônico que fica na esquina da Avenida Ipiranga com a São Luiz. Ou seja, da Faria Lima para o Centro de São Paulo. Ele também fala sobre a importância histórica do Edifício Itália, das transformações no Centro de São Paulo e sobre os impactos da pandemia na cidade.

Jul 2020

35 min 16 sec

Rodolfo García Vázquez, diretor de teatro e cofundador da Cia de Teatro Os Satyros, fala sobre o espetáculo A Arte de Encarar o Medo, espetáculo inovador que inaugura o teatro digital.  Toda pensada para o suporte digital, a peça foi produzida, ensaiada e encenada a distância. As apresentações são ao vivo via Zoom e com os 18 atores do elenco atuando de suas casas por causa da quarentena - dois dos artistas moram fora do Brasil, um em Portugal e uma na Suécia.  A Arte de Encarar o Medo se passa num futuro distópico, com as pessoas tentando reconstruir histórias de uma vida anterior à pandemia. Em quarentena há 5.555 dias, isolados e angustiados, essas pessoas criaram um grupo na internet para se conectar. Esses amigos não entendem como ainda existe energia elétrica e acesso à web, porque as emissoras de televisão e os jornais deixaram de existir e as cidades foram abandonadas. A depressão, a solidão, o medo do contágio, a angústia pela proximidade da morte e o desespero diante dos ataques diários contra a democracia brasileira perpassam as cenas do espetáculo. A peça digital estreou no dia 13 de junho, e os ingressos podem ser comprados no Sympla. Copie este link:  https://bit.ly/2XSW4q6

Jun 2020

29 min 25 sec

O jornalista e escritor Alexandre Teixeira, que em breve lançará um livro, em parceria com Clara Cecchini, sobre futuro do trabalho na era da inteligência artificial, é o convidado deste episódio do PodCentro, o podcast do A Vida no Centro produzido em parceria com a SP Escola de Teatro. Como se manter relevante no mercado de trabalho num mundo cada vez mais guiado pela inteligência artificial e pelos algoritmos? O que os profissionais e empreendedores da economia criativa precisam saber sobre essas transformações e como a pandemia do novo coronavírus está acelerando essas mudanças? Esses são alguns dos assuntos discutidos no podcast. Com passagem por alguma das principais redações do país, como Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Época Negócios, Teixeira é palestrante com experiência internacional, especializado em motivação e desenvolvimento organizacional. Autor dos livros Felicidade S.A., De dentro para fora (finalista do Prêmio Jabuti em 2016) e Rotinas criativas, Teixeira tem como tema de fundo em suas pesquisas as profundas transformações do mundo do trabalho e dos negócios neste começo de século 21.

May 2020

35 min 31 sec

Para discutir o futuro das cidades pós-pandemia, O PodCentro conversa neste episódio com Wilson Levy, advogado e doutor em Direito Urbanístico pela PUC-SP, com pós-doutorado em Urbanismo pelo Mackenzie e em Direito da Cidade pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, e diretor do mestrado em Cidades Inteligentes e Sustentáveis da UNINOVE. No programa, Wilson diz que, no plano das cidades, a pandemia no novo coronavírus deve acelerar mudanças que já estavam em curso, especialmente as transformações no mundo do trabalho e suas interações com o espaço urbano. Na conversa com Denize Bacoccina e Clayton Melo, editores da plataforma A Vida no Centro, afirma que a pandemia vai acelerar a incorporação de novas rotinas de trabalho na vida das pessoas e elas vão perceber que muitos deslocamentos, que eram feitos quase que por inércia, se tornaram desnecessários. O PodCentro fala sobre vida urbana, cultura, arte, lazer e traz sempre um papo com pessoas que estão fazendo acontecer em São Paulo. Além do podcast, você também pode acompanhar o portal avidanocentro.com.br, nosso Facebook (avidanocentro) e nosso Instagram (avidanocentro.sp).

May 2020

39 min

O psicanalista e psicólogo Francisco Nogueira, criador do projeto Experiência de Escuta Covid-19, dentro do projeto Relações Simplificadas, aborda a questão da saúde mental durante a quarentena neste episídio do PodCentro, o podcast do A Vida no Centro. O projeto de escuta é feito por um grupo de cerca de 50 psicanalistas, que trabalham de forma voluntária, oferecendo sessões de 30 minutos, que podem ser marcadas diretamente com o profissional. Não se trata de uma sessão de psicanálise, mas de uma escuta profissional, com o objetivo de aliviar o sofrimento de pessoas que se sentem angustiadas no isolamento, seja por estar sozinha em casa ou, ao contrário, por estar o tempo todo com as mesmas pessoas, num relacionamento mais intenso do que estava acostumada na rotina anterior à pandemia. Para agendar um escuta, é só se inscrever por meio deste link.  Nesta entrevista, Francisco conta que muita gente está se deparando com aspectos desconhecidos,não apenas sobre os outros, mas sobre elas mesmas. "Algumas pessoas se assustam muito com o que ouvem e veem de si mesmo. Imagina um rio que tem uma água cristalina, e você mexe o fundo e vem aquela poeira que deixa a água turva. A impressão que eu tenho é que coisas que estavam ali adormecidas na quarentena estão aparecendo. Tem muita gente muito angustiada, muita gente com muito medo, outros com raiva. Mas sobretudo muita gente se sentindo impotente", diz ele. Na conversa, ele também dá dicas de como manter o equilíbrio emocional durante o isolamento. O PodCentro fala sobre vida urbana, cultura, arte, lazer e traz sempre um papo com pessoas que estão fazendo acontecer em São Paulo. Além do podcast, você também pode acompanhar o portal avidanocentro.com.br, nosso Facebook (avidanocentro) e nosso Instagram (avidanocentro.sp).

Apr 2020

35 min 47 sec

O historiador, escritor e produtor cultural José Roberto Walker conta neste episódio do PodCentro como a gripe espanhola afetou São Paulo no começo do século 20. Em 1918, pandemia matou 1% dos habitantes da capital paulista e só foi embora depois de contaminar 40% da população. Em números: numa época em que a cidade tinha 550 mil habitantes e era concentrada no que hoje se chama de Centro Histórico, a gripe espanhola atingiu 200 mil moradores da cidade e deixou um saldo de 5,3 mil mortos. Walker escreveu um romance histórico sobre este período, Neve na Manhã de São Paulo, que se passa entre 1917 e 1918 e conta a história do romance entre Oswald de Andrade e Daisy(história real) e o grupo que frequentava uma garçonnière na Rua Líbero Badaró (num prédio que ainda está lá, no primeiro quarteirão após a Avenida São João). Apesar de ser um romance, com alguns personagens fictícios, ele é baseado em ampla pesquisa histórica e retrata com exatidão a vida de São Paulo naquela época. O PodCentro fala sobre vida urbana, cultura, arte, lazer e traz sempre um papo com pessoas que estão fazendo acontecer em São Paulo. Além do podcast, você também pode acompanhar o portal avidanocentro.com.br, nosso Facebook (avidanocentro) e nosso Instagram (avidanocentro.sp).

Apr 2020

36 min 26 sec

Os chefs Dani Borges e Luiz Campiglia são os convidados do episódio 17 do PodCentro, que tem como tema a gastronomia no Centro de São Paulo. Eles representam duas vertentes que se complementam e fazem do Centro o lugar multifacetado que ele é. O Luiz Campiglia é chef e dono do Paribar, um bar que já tem mais de 70 anos e que faz um resgate de receitas tradicionais da culinária paulista. E a Dani Borges, como chef e dona do Bia Hoi, é responsável por colocar a cozinha vietnamita no radar da gastronomia paulistana. Na conversa com os jornalistas Denize Bacoccina e Clayton Melo, os convidados falam de suas experiências como chefs e empreendedores e contam como veem o boom gastronômico no Centro. Só para dar uma ideia da força da gastronomia na região central da capital paulista, uma pesquisa feita pelo Dieese – por encomenda da Prefeitura -, com dados de 2016 e divulgada em 2018, mostra que São Paulo tem um total de 23 mil estabelecimentos formais entre bares, cafés e restaurantes, o equivalente a 7,7% do total das empresas da cidade. Bem acima da média no Brasil, de 6%. E chama atenção também a expansão nos últimos anos. Entre 2006 e 2016 o número de empresas formais cresceu 32% em São Paulo. No setor de gastronomia a expansão foi de 68%, mais do que o dobro. O Centro de São Paulo é onde isso é mais evidente. Somando os distritos de Sé, República e Consolação, são quase dois mil estabelecimentos, sendo 733 apenas na República, uma região bem pequena, mas com uma alta concentração de pessoas, e agora, cada vez mais moradores. O PodCentro fala sobre vida urbana, cultura, arte, lazer e traz sempre um papo com pessoas que estão fazendo acontecer em São Paulo. Além do podcast, você também pode acompanhar o portal avidanocentro.com.br, nosso Facebook (avidanocentro) e nosso Instagram (avidanocentro.sp).

Mar 2020

55 min 14 sec

Beto Lago, criador do Mercado Mundo Mix, feira de moda, estilo e design criada na década de 1990, é o convidado de Denize Bacoccina e Clayton Melo neste episódio do PodCentro, o podcast do portal A Vida no Centro em parceria com a SP Escola de Teatro. No programa, Beto fala sobre, entre outros assuntos, de seu novo projeto, o Mercado Mundo Criativo, hub de economia criativa lançado em parceria com o A Vida no Centro, no Centro de São Paulo. Ele relembra também como surgiu a região do Baixo Augusta, em São Paulo, e sobre as transformações da noite paulistana. O PodCentro fala sobre vida urbana, cultura, arte, lazer e traz sempre um papo com pessoas que estão fazendo acontecer em São Paulo. Além do podcast, você também pode acompanhar o portal avidanocentro.com.br, nosso Facebook (avidanocentro) e nosso Instagram (avidanocentro.sp).

Feb 2020

55 min 59 sec

Silvana Buzzi, diretora-presidente da São Paulo Negócios, agência de promoção de investimentos e exportações da cidade de São Paulo, é a convidada de Denize Bacoccina e Clayton Melo neste episódio do PodCentro.. Entre os assuntos abordados está a São Paulo Tech Week, maior evento de inovação e tecnologia da América Latina. No papo, Silvana também explicou como é o trabalho de promoção de São Paulo no mercado internacional.  Realizado em parceria com a SP Escola de Teatro, o PodCentro traz sempre uma boa conversa sobre vida urbana: arte, cultura, comportamento e inovação. Este é o primeiro episódio da temporada 2020. Além do podcast, você também pode acompanhar o A Vida no Centro por meio do portal avidanocentro.com.br, Facebook (avidanocentro) e Instagram (avidanocentro.sp). Se quiser falar com a gente, mande uma mensagem para contato@avidanocentro.com.br. 

Jan 2020

36 min 17 sec

O 14º do PodCentro, o podcast do A Vida no Centro em parceria com a SP Escola de Teatro,  traz uma conversa com a cantora e compositora Mariana Aydar, atração principal do Festival A Vida no Centro, que será realizado nos dias 9 e 10 de novembro no Centro Histórico de São Paulo. A apresentação de Mariana será no dia 9/11 (sábado), às 20h, no palco da Rua 15 de Novembro.  Com 15 anos de carreira e cinco discos lançados, Mariana também comanda o bloco de carnaval Forrozin, que desfila no Centro de São Paulo com um repertório de forró que busca valorizar a cultura nordestina. Assim como em seu trabalho recente, o projeto Veia Nordestina. Lançado em 2019, o projeto conta com quatro EPs, cada um com três músicas inéditas que formam um álbum, que será lançado ainda neste ano. O Veia Nordestina inclui também um minidocumentário, que está disponível no YouTube. Nesta conversa, Mariana fala do Veia Nordestina, de sua carreira e da influência da música do Nordeste em seu trabalho. Nós conversamos com ela sobre esses e outros assuntos lá no Centro Histórico de São Paulo, no local onde vai acontecer o show. Para mais informações sobre o festival ou a Centro de São Paulo, acessa o portal: avidanocentro.com.br.

Oct 2019

23 min 46 sec

O  13º episódio do PodCentro, o podcast do A Vida no Centro em parceria com a SP Escola de Teatro, traz uma conversa com a cantora e compositora Ana Cacimba, uma das atrações do Festival A Vida no Centro, que será realizado nos dias 9 e de 10 novembro no Centro Histórico de São Paulo. Ela fará o show de encerramento do evento  no dia 10 , às 17h , no coreto da Praça Antônio Prado. Nascida em Diadema, na Grande São Paulo, Ana começou na carreira artística no teatro, aos 12 anos, e desde os 16 se dedica à música. E desde então começou a pesquisar sua ancestralidade, especialmente as influências quilombolas da região de origem da família materna, o Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais. A entrevista foi feita por Denize Bacoccina, fundadora do A Vida no Centro, Gê Rocha, da Co Players, parceira no Festival A Vida no Centro. O Festival vai levar arte, cultura, passeios, gastronomia e arena infantil e música para o Centro Histórico de São Paulo.  Acesse o portal alavidanocentro.com.br.

Oct 2019

19 min 23 sec

O Festival A Vida no Centro, que será realizado nos dias 9 e de 10 novembro no Centro Histórico de São Paulo, vai ter arte, cultura, passeios, gastronomia, arena infantil e, claro, música boa, né? E, para mostrar melhor as atrações musicais do evento, preparamos uma série de podcasts com os artistas que vão se apresentar no evento. O primeiro programa da série musical é com o músico Thiago Pimentel, que vai abrir o Festival A Vida no Centro com um show no coreto da Praça Antônio Prado, no sábado (9/11), às 16h. Baiano da pequena cidade de Eunápolis, Thiago mora em São Paulo desde a adolescência. Como músico profissional, ele acompanhou importantes nomes da música brasileira, como Alcione, Claudya, Agnaldo Rayol e o baterista Chico Medori. Suas influências misturam jazz e música brasileira, com letras que falam da realidade social de forma poética. E o Centro de São Paulo é uma das inspirações para as canções de seu primeiro álbum autoral, Sal, lançado recentemente e que está disponível no Spotify e outras plataformas de streaming. “É uma experiência muito legal (tocar no festival no Centro Histórico). Minhas músicas, de certa maneira, falam de um cotidiano que consigo enxergar no Centro. Elas falam de alguns personagens que a gente encontra exatamente no Centro de São Paulo. Então tocar aqui, e de repente estar no palco e ver esses personagens que a minha música cita, vai ser muito legal”, afirma.

Oct 2019

29 min 28 sec

Como os negócios de impacto social podem transformar São Paulo e outras grandes cidades brasileiras? Este é o tema do 11º episódio do PodCentro, o podcast do A Vida no Centro em parceria com a SP Escola de Teatro. Esse é o assunto do programa e também de um dos painéis do Diálogos A Vida no Centro que será realizado dentro do Festival A Vida no Centro, evento de cultura e experiências programado para os dias 9 e 10 de novembro de 2019 no Centro Histórico de São Paulo. Para conversar sobre esse tema, o novo episódio do PodCentro convidou Ricardo Podval, CEO e cofundador do CIVI-CO, polo de impacto social que é um dos parceiros do Festival A Vida no Centro. Fundado em 2017 por Podval e por Patricia Vilella Marino, o CIVI-CO fica em Pinheiros e hoje é um dos mais importantes espaços de inovação do País, reunindo startups, empresas e outras organizações que geram transformações positivas na sociedade. No episódio, Podval conta que o CIVI-CO nasceu com a ideia de ser um polo para os negócios de impacto não só de São Paulo, mas também do Brasil, se encontrarem, transformarem seus negócios, terem visibilidade e poderem se conectar empreendedores e o poder público. “O CIVI-CO nasceu com oito organizações. Agora, prestes a completar dois anos, temos 62 instaladas aqui dentro e creio que cerca de cinco milhões de vidas impactadas nesses 62 negócios espalhados pelo Brasil”, afirma Podval no podcast. Acesse https://avidanocentro.com.br/. 

Oct 2019

33 min 12 sec

Este episódio traz uma conversa com o vereador José Police Neto, que cumpre seu quarto mandato na Câmara dos Vereadores de São Paulo e tem forte atuação no Centro de São Paulo. Ele é autor de várias leis sobre mobilidade, habitação, melhoria de espaços públicos e planejamento urbano. Justamente os assuntos que abordamos aqui neste podcast. O Police Neto é autor, por exemplo, da lei da função social da propriedade urbana, do Estatuto do Pedestre e da lei que cria o Parque Minhocão, entre outros projetos. No programa, ele fala sobre o atual momento do Centro de São Paulo e analisa como a mudança no comportamento das pessoas, como deixar de andar de carro e buscar outros modais, como a bicicleta, transporte coletivo e andar a pé, impõe uma nova visão de desenvolvimento para a cidade. "O Centro de São Paulo, por sua história, tem uma clara vocação para o turismo, com diálogo direto com outras áreas da economia criativa, como a cultura e a tecnologia da informação", diz Police Neto no programa. Acesse o portal avidanocentro.com.br.

Sep 2019

1 hr 19 min

Este episódio tem como convidado Valdemar Augusto Angerami, psicólogo existencial, pesquisador do tema suicídio e autor de diversos livros sobre o assunto. Tabu na sociedade, a questão do suicídio vem ganhando, aos poucos, maior visibilidade graças a iniciativas como a do Setembro Amarelo, campanha brasileira de prevenção ao suicídio que busca alertar a sociedade para a importância de debater abertamente o assunto. A relação de Angerami com o tema começou no final da década de 1970, quando trabalhava no Pronto Socorro do Instituto Central do Hospital das Clínicas atendendo pessoas que tentavam se suicidar. Hoje, ele é o autor com o maior número de livros publicados sobre psicologia no Brasil, com títulos adotados em universidades de Portugal, México, Canadá e América Latina. “De modo geral, sempre falamos para outros profissionais de saúde (sobre suicídio). É importante, porque eles atendem pacientes. Mas sempre vejo como algo vital expandir para pessoas que não sejam dessa seara”, afirma. ”Muitas pessoas que estão nos ouvindo podem despertar para a necessidade de buscar ajuda”, diz Angerami no PodCentro, o podcast da plataforma A Vida no Centro em parceria com a SP Escola de Teatro. 

Sep 2019

48 min 36 sec

O oitavo episódio do PodCentro, o podcast da plataforma A Vida no Centro em parceria com a SP Escola de Teatro, traz uma conversa sobre diversidade, humanidade e jornalismo. O papo é com o jornalista Chico Felitti, autor do livro “Ricardo e Vânia”, que traz a história daquele que ficou conhecido como Fofão da Augusta, artista de rua que por mais de 20 anos entregou panfletos de peças de teatro na região da rua Augusta, no Centro de São Paulo. Ricardo virou uma espécie de lenda urbana por causa da sua aparência: por ter injetado silicone no rosto, sua cabeça parecia ser duas vezes maior e suas bochechas lembravam o Fofão, o personagem de programa infantil que fez sucesso na Rede Globo nos anos 1980.  O livro nasceu de uma reportagem escrita por Chico Felitti que viralizou de maneira impressionante depois de ser publicada pelo site BuzzFeed, em 2017. Chico Felitti conta nesta entrevista por que resolveu mergulhar no universo trágico do morador de rua que São Paulo inteira conhece, mas que ninguém sabe quem é.  Com carreira construída em veículos como a Folha de S. Paulo, Chico Felitti ganhou os Prêmios Comunique-se e Petrobras de jornalismo e faz mestrado em escrita criativa na Universidade Columbia, em Nova York. Acesse também o portal avidanocentro.com.br. 

Jul 2019

1 hr 13 min

A São Paulo do século 20, que privilegiava o tráfego de veículos, deve dar lugar a uma nova cidade, pensada para o século 21, que privilegia os espaços públicos e pensa na mobilidade incluindo os novos meios de transporte que surgiram nos últimos anos, como carros, bicicletas e, mais recentemente, patinetes compartilhados. É esta a visão do secretário municipal de Desenvolvimento Urbano de São Paulo, Fernando Chucre, convidado deste episódio do PodCentro, o podcast da plataforma A Vida no Centro.  Chucre é arquiteto e urbanista e ocupou vários cargos no setor público. Foi deputado federal por São Paulo, presidente do Conselho do Patrimônio do Governo do Estado de São Paulo e presidente da Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano, a Emplasa. Na Prefeitura, foi secretário municipal de Habitação, em 2017 e 2018, onde coordenou as ações de PPP, parceria público-privada. Em 2019, assumiu a Secretaria de Desenvolvimento Urbano, onde é responsável por todas as obras e planos urbanísticos da cidade. Acesse também o portal avidanocentro.com.br.

Jul 2019

1 hr 8 min

O sexto episódio do PodCentro, o podcast da plataforma A Vida no Centro em parceria com a SP Escola de Teatro, traz um papo saboroso e esclarecedor sobre a Revolução de 32, última e talvez a maior guerra civil da história do Brasil – ela é comemorada no dia 9 de Julho, data que justamente por isso é feriado no Estado de São Paulo.  Neste programa, Denize Bacoccina e Clayton Melo conversam com os jornalistas Luiz Octavio de Lima, pesquisador do tema e autor do livro “1932: São Paulo em chamas” (Editora Planeta); e Pedro Nastri, apresentador do programa Metrópole em Foco, veiculado pela Rádio Trianon, de São Paulo.  Durante 85 dias, os paulistas se rebelaram contra a ditadura do presidente Getúlio Vargas e exigiram uma nova Constituição para o país. A Revolução de 32 foi a saga do cidadão anônimo, que se transformou em protagonista do confronto ao ir para o campo de batalha. O que fez milhares de pessoas se engajarem numa luta dessas por livre e espontânea vontade, de donas de casa que se tornaram enfermeiras a garotos que atuavam como mensageiros?  É isso - e muito mais - o que vai conhecer neste episódio do PodCentro. Acesse também a plataforma  https://avidanocentro.com.br/ . 

Jul 2019

1 hr 15 min

Como é o trabalho dos grafiteiros e muralistas que estão colorindo as cidades com arte e ajudando a transformar a vibe dos grandes centros urbanos brasileiros? O que eles expressam nas paredes e o que isso diz sobre o estilo de vida, a arte e a cultura do Brasil e do mundo hoje? Este é o tema do quinto episódio do PodCentro, o podcast da plataforma A Vida no Centro em parceria com a SP Escola de Teatro. Esta edição contou com apoio do Bem Viver General Jardim.  Para conversar sobre o assunto, os jornalistas Denize Bacoccina e Clayton Melo convidaram dois protagonistas da cena de arte urbana contemporânea: Luna Buschinelli e Kleber Pagú.  A Luna entrou, em 2017, para o Guinness Book por um trabalho que ocupou 2.500 m² de uma escola municipal no Rio e que se tornou o maior grafite do mundo feito por uma mulher. Já o Kleber Pagú é produtor de arte urbana e tem trabalhos realizados dentro e fora do Brasil. Foi produtor do Kobra, muralista brasileiro conhecido internacionalmente, e desenvolve e viabiliza projetos dos principais artistas urbanos de São Paulo. Também é o idealizador, junto com o artista plástico Flip, do projeto Aquário Urbano, no Centro de São Paulo, que será a maior intervenção de arte urbana do mundo, com mais de 10 mil metros quadrados.    Acesse também o portal avidanocentro.com.br.

Jun 2019

1 hr 9 min

Caminhar é muito mais do que apenas caminhar. É apropriar-se do espaço público. É respirar a cidade. E essa combinação – andar a pé e aproveitar o espaço público – é um instrumento poderoso para estabelecermos uma nova relação com a cidade. Mas o que significa de fato esse movimento de retomada do espaço público nas principais cidades brasileiras? Como a questão da caminhabilidade pode ser estimulada e qual seu impacto da transformação positiva das cidades brasileiras? Esses são alguns pontos discutidos neste 4º episódio do PodCentro, um podcast da plataforma A Vida no Centro em parceria com a SP Escola de Teatro.  Os jornalistas Denize Bacoccina e Clayton Melo conversam José Armênio de Brito Cruz, arquiteto e presidente da SP Urbanismo, empresa municipal que dá suporte e desenvolve as ações governamentais voltadas ao planejamento e à promoção do desenvolvimento urbano de São Paulo, e com Mauro Calliari, Doutor em Urbanismo pela FAU-USP, autor do livro Espaço Público e Urbanidade em São Paulo e responsável pelo Caminhadas Urbanas, do jornal O Estado de S. Paulo.  Saiba mais no portal A Vida no Centro. 

Jun 2019

1 hr 17 min

O segundo episódio do PodCentro, um podcast da plataforma A Vida no Centro em parceria com a SP Escola de Teatro, traz como tema o papel da mulher da cultura. E para conversar sobre esse assunto nada melhor que falar com uma mulher empoderada há muito tempo: Nicole Puzzi, atriz, autora, apresentadora, diretora e coordenadora da oficina “A Boca por quem fez a Boca”, cujo objetivo é demonstrar o valor do cinema nacional e o papel da mulher livre e sem medos. Ela também é apresentadora há sete anos do programa Pornolândia, no Canal Brasil, e atualmente está em cartaz na peça “Mississipi”, da Cia de Teatro Os Satyros, no Sesc Consolação. Com uma estensa carreira no cinema, teatro e TV, Nicole já trabalhou em novelas da Rede Globo, SBT e Bandeirantes.  O PodCentro é um podcast do portal A Vida no Centro e aborda tudo o que envolve a vida urbana tem de melhor, como cultura, comportamento, estilo de vida e as pessoas que fazem das cidades brasileiras um lugar cada vez melhor e mais interessante. Você pode acessar o programa em diferentes plataformas de podcasts, como Spotify, iTunes e Google Podcasts, e também no nosso portal: avidanocentro.com.br.

May 2019

1 hr 3 min

O terceiro episódio do PodCentro, um podcast A Vida no Centro em parceria com a SP Escola de Teatro, discute a necessidade de conectar as mentes criativas para transformar as cidades e provocar impacto social nos grandes centros urbanos brasileiros. A conversa também abordou a importância da arte, entretenimento e cultura nos espaços públicos. Os jornalistas Denize Bacoccina e Clayton Melo conversaram com Fernanda Nave, sócia-diretora do Festival Path, evento de inovação e criatividade que em 2019 será realizado na Avenida Paulista, e com Paulo Camossa J.r, ex-Diretor de Mídia da AlmapBBDO e sócio da Piraporanó, empresa que dá suporte de marketing a produtores de conteúdo, veículos de comunicação e agências.  A Vida no Centro é uma das curadoras do Festival Path, com paineis sobre tendências em cidades. Você pode acessar o PodCentro pelo portal do A Vida no Centro e em diferentes plataformas de podcasts, como Spotify, Soundcloud, Google Podcasts e iTunes. Acesse avidanocentro.com.br.  

May 2019

1 hr 2 min

Este é o primeiro episódio do PodCentro, um podcast da plataforma A Vida no Centro, especializada em impacto social nas cidades e cultura urbana, em parceria com a SP Escola de Teatro.  No PodCentro falamos de tudo o que envolve a vida urbana, como cultura, comportamento, estilo de vida, arte e entretenimento e as pessoas que fazem das cidades brasileiras um lugar melhor e mais interessante. Neste episódio, o tema é "Como a arte transforma as cidades".    Para conversar sobre esse assunto, os jornalistas Denize Bacoccina e Clayton Melo convidaram Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez, fundadores da dos Satyros, companhia paulistana de teatro premiada nacional e internacionalmente e que completa em 30 anos de atividades em 2019. Ivam Cabral é ator e dramaturgo. Doutor em Pedagogia do Teatro e mestre em Artes Cênicas pela ECA/USP, também é diretor-executivo da SP Escola de Teatro — Centro de Formação das Artes do Palco. Como ator e dramaturgo, recebeu inúmeros prêmios e escreveu dezenas de textos. Também escreve para cinema, teatro e TV, tendo assinado vários roteiros para a TV Cultura.  Já o Rodolfo é diretor e dramaturgo e também recebeu diversos prêmios. Entre eles, o prêmio Shell de melhor diretor em 2005 por A Vida na Praça Roosevelt. Dentre seus principais trabalhos destacam-se "A Filosofia na Alcova", "De Profundis", "Sappho de Lesbos", "Transex", "Os 120 Dias de Sodoma" e "Inocência". Mestre em Teatro pela ECA/USP, dirigiu e trabalhou em vários países europeus e é professor convidado das Universidades de Estocolmo, Helsinki e Zurique. É coordenador do curso de direção da SP Escola de Teatro e coordenador-geral daMT Escola de Teatro.   Acesse  https://avidanocentro.com.br/ 

Apr 2019

1 hr 13 min