“Exu matou um pássaro ontem, com uma pedra que só jogou hoje”: Um mundo antirracista é possível?

By RioOnWatch

O ditado iorubá que dá título a este podcast, lembra que a luta por direitos igualitários vem de longe. Pretos e pardos seguem consertando injustiças do passado, enquanto tentam sobreviver com dignidade no presente. O antirracismo precisa ser um projeto político. Para quem é diretamente impactado por esse sistema de opressão não há outra alternativa senão acreditar que é possível transformar essa realidade. Mas é preciso compromisso e participação para mover as estruturas que sustentam essa mesma espiral de marginalização de corpos pretos ou ela vai seguir praticamente intacta. Ano após ano. No presente, no passado e no futuro Texto, Narração e Edição: Kelly Ribeiro Arte da Capa do Episódio: Guilhermina Augusti Edição de Conteúdo: Julio Cesar de Mendonça Santos Filho Supervisão de Produção do Podcast: Jaqueline Suarez Articulação do Projeto Enraizando o Antirracismo nas Favelas: Tatiana Lima Música Tema e Sons Complementares: Bismarx Leia o texto que acompanha esse episódio em bit.ly/3AdhIWw Compartilhe com a gente a sua opinião sobre essa matéria bit.ly/OpineAntirracismo Para mais conteúdos do projeto Enraizando o Antirracismo nas Favelas, acesse bit.ly/DesenraizandoRacismo Participe enviando sua pauta para bit.ly/PautasAntirracismo Siga também as nossas redes sociais: facebook.com/rioonwatch twitter.com/rioonwatch instagram.com/rioonwatch #DesenraizandoRacismo #EnraizandoAntirracismo #FavelaAntirracista

Listen to “Exu matou um pássaro ontem, com uma pedra que só jogou hoje”: Um mundo antirracista é possível? now.

Listen to “Exu matou um pássaro ontem, com uma pedra que só jogou hoje”: Um mundo antirracista é possível? in full in the Spotify app