EP.O1 // IDEIA // Entrevista com Marcelo D'Salete

By WIP Ventures

Qual o valor de uma ideia? O que importa quem fala o que fala? Você sabia que o coelho Oswald, personagem de Walt Disney criado em 1927, nunca deixou de ser do Disney (autor), mas só em 2006 ele se tornou personagem da Disney (a empresa)? Sejam bem-vindos ao primeiro episódio Pé de IP! Um podcast que explora o rico, divertido e dinâmico mundo dos EIPs (Entertainment Intellectual Properties - Propriedades Intelectuais de Entretenimento) - filmes, jogos, séries, livros, personagens, músicas, roteiros, quadrinhos etc. O Pé de IP é apresentado pelo criador, comunicador e empreendedor Bruno D'Angelo, fundador da WIP (Wholehearted Intellectual Properties) - uma aceleradora de EIPs e negócios, e seu sócio, o empreendedor, financista e curioso profissional Pedro Pizzolato. Neste episódio, conversam com os artistas criadores superpremiados Marcelo D'Salete e Rafa Coutinho, e com o advogado especialista em Fusões e Aquisições e Propriedade Industrial Samuel Vilarinho. Vamos aprofundar nos primeiros passos da jornada de vida de um EIP: ter uma ideia, que se desenvolve em um projeto, que se transforma em produtos e negócios. Uma obra de grande qualidade e sucesso necessariamente implica geração de negócios e movimentação de dinheiro. Não raro, os criadores são os que menos colhem os retornos e resultados de suas criações. Ainda que dificilmente se possa contestar o direito autoral moral sobre uma criação, é preciso cuidado quanto a seus direitos autorais patrimoniais. Um EIP, sendo algo puramente intangível, é uma ficção jurídica. É impossível sabermos decisivamente se aquela criação é única e totalmente original, mas dispomos de toda uma infraestrutura jurídica com regimes nacionais e internacionais específicos para garantir os direitos autorais morais e patrimoniais acerca desse ativo. Cuidar de maneira profissional de suas ideias e criações é o primeiro passo para o criador obter não só realização pessoal e artística sobre a obra, mas também profissional –  além do retorno financeiro e patrimonial que o vai permitir continuar criando cada vez mais. Uma ideia ou uma obra tratada de forma jurídica diligente se transforma em um EIP: protege o autor contra plágios, mas, principalmente, cria uma plataforma habilitadora de negócios - seja a divulgação, difusão e exibição da obra, ou adaptações, licenciamentos e desenvolvimento de novos produtos. O mercado de EIPs já é gigantesco e cresce de maneira acelerada no mundo todo, muito puxado, recentemente, pelas plataformas de streaming e de auto-publicação. No entanto, principalmente aqui no Brasil, vemos uma grande erraticidade no desenvolvimento de negócios neste mercado. O olhar estruturado para as ideias e obras e a condução de seus processos de registro e proteção são o primeiro passo para a revolução metodológica e a aceleração desse universo. Estamos preparados para tal jornada? Com o Pé de IP, passo a passo, buscamos descobrir.

Listen to EP.O1 // IDEIA // Entrevista com Marcelo D'Salete now.

Listen to EP.O1 // IDEIA // Entrevista com Marcelo D'Salete in full in the Spotify app