This browser doesn't support Spotify Web Player. Switch browsers or download Spotify for your desktop.

Legalize?

By B9

No Brasil, cerca de 600 mil pessoas sofrem de epilepsia resistente aos tratamentos convencionais. O uso terapêutico de componentes da maconha, segundo pais e mães de pacientes, reduziu sintomas de doenças como convulsões, epilepsia e dores. O canabidiol é usado para o tratamento de outras doenças como a esclerose múltipla, Alzheimer, Parkinson, dores crônicas, entre outras. Empresas estimam que o público potencial para esses tratamentos é de quase 4 milhões de pessoas em 3 anos, o que geraria um mercado de quase 5 bilhões ao ano. Atualmente, há no Brasil apenas um medicamento à base de cannabis registrado, o Mevatyl, composto por CBD e THC, o princípio psicoativo da maconha, e indicado para espasmos musculares em quem tem esclerose múltipla. Ele é fabricado por uma empresa do Reino Unido. Desde a autorização do uso terapêutico do CBD, em 2015, mais de 78 mil unidades de produtos à base da planta – óleos, cápsulas e outros – foram importados. Cada paciente precisa pedir a liberação para uso próprio à Anvisa. Hoje, quase 5 mil pessoas têm autorização. O problema, porém, é o custo. Um tratamento por três meses chega a 2 mil reais. Como saída, famílias apelam à Justiça — ou caem no mercado ilegal. Para responder a essa demanda, em junho de 2019, a ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária abriu duas consultas. Uma resolução falava de cultivo, requisitos técnicos e administrativos para o cultivo da planta com fins medicinais e científicos desde o plantio até a fase de secagem e distribuição. A outra, sobre medicamentos, definindo procedimentos específicos para registro e monitoramento de medicamentos à base de cannabis, seus derivados e análogos sintéticos. Isso inclui os fitoterápicos. A consulta durou 2 meses e foi finalizada 19 de agosto. Das 554 pessoas que responderam, 61% se apresentam como consumidores do canabidiol. O presidente da Anvisa declarou que a “maioria esmagadora” das contribuições foi de apoio à medida. Um texto final, incorporando as sugestões dos respondentes, será votado pelos diretores da ANVISA. Se aprovada, a regulamentação entrará em vigor imediatamente. Como o governo se posicionou em relação a esse tema? Em audiência pública o ministro da Cidadania, Osmar Terra afirmou que a liberação do plantio vai “abrir as portas para o consumo generalizado de drogas”. Ele foi respaldado por Bolsonaro e pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que disse à Folha de S. Paulo ser contra a liberação por ver nela uma forma de legalizar o uso recreativo da maconha. Por que tanta polêmica? Porque falar sobre o cultivo e o uso medicinal da maconha esbarra em muitos tabus. São décadas ouvindo que maconha vicia, que mata neurônios e é a porta de entrada para drogas mais pesadas. E é complexo: é um problema de saúde pública que se mistura às questões de segurança pública e a reflexões morais. Por isso hoje trouxemos dois especialistas da área de saúde para compreender melhor os efeitos, os benefícios e os riscos da maconha no corpo humano. Na mesa, contamos com a presença de Guilherme Bueno, médico psiquiatra, especialista em Terapia Cognitivo Comportamental e especialista em Dependência Química pelo Uniad-UNIFESP; e Renato Filev, biomédico, doutor em neurociência pela UNIFESP e pesquisador do CEBRID (Centro Brasileiro de Informação sobre Drogas Psicotrópicas). Vem com a gente e dá o play neste Mamilos! ======== BRADESCO PROMOVE A INOVAÇÃO Hoje a gente vai falar do Inovabra, que é um ecossistema criado para promover a inovação dentro e fora do Bradesco. Ali acontecem oito programas complementares que têm como princípio comum a coinovação. Equipes internas da organização e empresas, startups, investidores, mentores, educadores e outros parceiros cuidam dos desafios de servir a uma sociedade em contínua transformação. E pra divulgar todos esses programas de inovação do Bradesco foi criado o Hot News! Num vídeo de até um minutos, Cazé Pecini e Monique Evelle falam sobre a agenda de eventos do inovabra Habitat e novidades sobre o ecossistema de inovação. Essa dupla também apresenta o programa Talk Show, que bate um papo com as startups residentes no inovabra habitat. Lá se fala de tudo! De soluções criadas até aos reflexos de novas tecnologias para o mercado e sociedade. O Talk Show desse mês já tá no ar e você pode conferir tudo no IGTV. Pra assistir a esses programas e ficar ligado nos lançamentos de novos episódios, siga o Instagram @Inovabra! ======== CAMBLY ENSINA INGLÊS 24 HORAS POR DIA A gente sabe que quem ouve o Mamilos e outros podcasts quer usar um tempo de deslocamento ou de tarefas do dia pra se informar ou se entreter. E sabe o que mais dá pra fazer quando sobra um tempinho? Aprender inglês com o Cambly! O Cambly é a única plataforma de aulas de inglês online que cria pontes entre alunos e professores de inglês nativos de língua inglesa instantaneamente. Como uma Netflix, só que de aulas particulares ao vivo, 24h por dia. Lá é tudo super flexível. Você pode escolher quanto tempo de aula quer fazer, quantos dias na semana, o sotaque do professor, o tipo de aula que quer ter e até dá pra escolher um professor que também goste das mesmas coisas que você, que goste de podcast, por exemplo! E dá pra fazer aulas on demand, mas também dá pra reservar horário se a pessoa preferir. E você, ouvinte querido, também pode fazer uma aula totalmente grátis e conhecer o Cambly.. É só você acessar o Cambly e usar o nosso código MAMILOS. E se você tem criança em casa, a aula experimental no Cambly Kids custa só 1 real! ======== FALE CONOSCO . Email: mamilos@b9.com.br . Facebook: aqui . Twitter: aqui ======== CONTRIBUA COM O MAMILOS Quem apoia o Mamilos ajuda a manter o podcast no ar e ainda recebe toda semana um apanhado das notícias mais quentes do jeito que só o Mamilos sabe fazer. É só R$9,90 por mês! Corre ler, quem assina tá recomendando pra todo mundo. https://www.catarse.me/mamilos ======== EQUIPE MAMILOS Edição – Caio Corraini Produção – Beatriz Fiorotto Apoio a pauta – Jaqueline Costa e grande elenco Publicação – Pedro Strazza ======== CAPA A capa dessa semana é de autoria de Johnny Brito. ======== FAROL ACESO Guilherme: Livro “Refears Sanity – os 7 grandes mitos”; Renato: Livro “The Globalization of Addiction”, curso da Cultive, publicações do CEBRID, peça “A Noite dos Mortos Vivos”; Cris: Série “Sintonia” e podcast “Ponto de Virada”; Ju: Livro “A Ausência que Seremos”.

Listen to Legalize? now.

Listen to Legalize? in full in the Spotify app